ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 34º

Cidades

Em uma semana, Estado confirma 3 novos casos de varíola dos macacos

Neste ano, foram 19 confirmações da doença em território estadual e todos eram homens

Guilherme Correia | 29/08/2022 09:10
Casos são investigados em laboratório de virologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. (Foto: Agência Brasil)
Casos são investigados em laboratório de virologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. (Foto: Agência Brasil)

Em uma semana, Mato Grosso do Sul confirmou três novos casos de varíola dos macacos, de acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (29) pela SES (Secretaria Estadual de Saúde). Os novos pacientes são de Campo Grande, de 36 anos, e dois em Dourados, de 26 e 32 anos.

Neste ano, foram 19 confirmações da doença em território estadual e todos eram homens. A Capital acumula maior número de casos confirmados (12), seguida por Dourados (4). Itaquiraí, Aparecida do Taboado e Costa Rica têm um caso, cada.

As vítimas são mais frequentes entre pacientes de 20 a 29 anos (42,1%), seguidas por pacientes de 30 a 39 anos (36,8%). O restante tem 40 a 49 anos (15,8%) e 60 anos ou mais (5,3%).

Conforme publicação da SES, o vírus monkeypox, embora seja conhecido por causar a “varíola de macacos”, infecta roedores na África e os macacos são provavelmente hospedeiros acidentais, assim como o ser humano.

O ferimento na pele passa por diferentes estágios e pode se parecer com varicela ou sífilis, antes de finalmente formar uma crosta, que depois cai. Quando a casca desaparece, a pessoa deixa de infectar outras pessoas. A diferença na aparência com a varicela ou com a sífilis é a evolução uniforme das lesões", diz nota do Ministério da Saúde.

Até maio de 2022, todos os surtos da doença estavam restritos ao continente africano, mas o vírus se espalhou pelo mundo e atualmente apresenta transmissão comunitária em vários países, inclusive no Brasil.

Nos siga no Google Notícias