ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 14º

Cidades

Maior alta em 2 semanas, MS confirma 24 mortes por covid e 571 internados

Estado chega a 179,1 mil casos acumulados e quase 3,3 mil óbitos; internações cresceram 12% em relação a semana passada

Por Guilherme Correia | 25/02/2021 11:20
Carregamento mais recente de vacinas contra a covid-19 chegou nesta quarta-feira para Mato Grosso do Sul (Foto: Paulo Francis)
Carregamento mais recente de vacinas contra a covid-19 chegou nesta quarta-feira para Mato Grosso do Sul (Foto: Paulo Francis)

Boletim epidemiológico desta quinta-feira (25) traz 894 casos confirmados e 24 óbitos por covid-19 em Mato Grosso do Sul. Além do alto número de vítimas, comparado aos dias anteriores, a quantidade de internados pela doença assusta. São 571 hospitalizados por coronavírus, 12% a mais do que o verificado na semana passada (509).

O total de fatalidades inseridas hoje é superior aos últimos 15 dias. O "recorde" de fevereiro aconteceu no dia 9, com 29 óbitos.

Em cada região do Estado, os índices de ocupação de leitos de terapia intensiva vinculados ao SUS (Sistema Único de Saúde) também preocupam. Campo Grande fechou o a medição com 86% das vagas ocupadas, enquanto Dourados tem 91% de ocupação. Além disso, há Três Lagoas (76%) e Corumbá (84%) preocupando no mapa também

Ao todo, o Estado tem 179,1 mil casos acumulados desde o início da pandemia, que já fez 3.270 vítimas. As novas mortes entraram para a conta de Campo Grande (14), Dourados (2), Corumbá (2), Rio Verde de Mato Grosso, Inocência, Bandeirantes, Naviraí e Três Lagoas.

Até o momento, apenas Santa Rita do Pardo não teve mortes pela doença registradas.

O segundo crescimento da doença, que aconteceu nos meses de dezembro e janeiro, foi mais crítico tanto em óbitos quanto infectados, em relação a "primeira onda", no mês de agosto.

Mais recentemente, as mortes têm caído de forma irregular no Estado, mas continuam em alto patamar. Contando os últimos sete dias, são 13 pessoas mortas pelo vírus por dia.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário