ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

MS tem 3º laboratório interessado em testar vacina e amplia voluntários

Secretaria de Saúde se reúne com empresas e órgãos de pesquisa para acertar detalhes das duas vacinas já em andamento

Por Paula Maciulevicius Brasil | 25/09/2020 15:25
Teste da vacina já foi aprovado pela Anvisa e previsão de data deve ser dada semana que vem após reunião na Secretaria de Saúde. (Foto: Governo do Estado de São Paulo)
Teste da vacina já foi aprovado pela Anvisa e previsão de data deve ser dada semana que vem após reunião na Secretaria de Saúde. (Foto: Governo do Estado de São Paulo)

A vacina contra o novo coronavírus está cada vez mais próxima de Mato Grosso do Sul. Além dos testes da Coronavac, do laboratório Sinovac Biotech e a Ad26.COV2.S, do Janssen-Cilag, um terceiro laboratório está interessado em testar aqui também, segundo informou o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende.

Campo Grande ganhou notoriedade hoje ao ser anunciada como um dos quatro novos centros de pesquisa da Coronavac, em parceria com o Instituto Butantan, depois da aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para a ampliação do número de voluntários e novos locais.

Os detalhes, como a data para começar, e a forma de triagem de voluntários, ainda não foram divulgados devido a um acordo de confidencialidade. O secretário de Saúde disse apenas  que vai se reunir com órgãos de pesquisa e representante das duas empresas nos dias 29 e 30, terça e quarta-feira respectivamente.

"Eles vem para Campo Grande e outra pesquisa pode entrar também. Estamos aguardando este outro laboratório que também quer que a gente participe do processo de pesquisa", afirmou Resende

A Coronavac vai testar 1 mil profissionais de saúde voluntários em Mato Grosso do Sul. No Instituto Butantan, a assessoria de imprensa também não deu detalhes e apenas informou que houve alteração nos critérios para testes que até então tinha idade fixada entre 18 e 60 anos. Poderão se voluntariar os profissionais de saúde da linha de frente sem limite para idade acima de 60 anos.

Os testes da Coronavac já são realizados em 12 institutos e incluem cerca de nove mil voluntários, dos quais seis mil já foram testados. Na quarta-feira (23/9), também foi anunciado o repasse inicial de R$ 80 milhões do Governo Federal ao Instituto Butantan para o desenvolvimento e ampliação da produção da vacina.

Vacinas que já vinham sendo testadas em outros estados chegam a MS também. (Foto: Itamar Crispim/Fiocruz)
Vacinas que já vinham sendo testadas em outros estados chegam a MS também. (Foto: Itamar Crispim/Fiocruz)

Vacinas - Desde agosto a Anvisa vem autorizando testes da vacina da Janssen-Cilag pelo País. Com o nome de Ad26.COV2.S, a vacina tem na sua composição um vetor recombinante, não replicante, de adenovírus tipo 26 (Ad26), construído para codificar a proteína (Spike) do vírus Sars-CoV-2 (o novo coronavírus). Já a CoronaVac, que teve os testes começados em julho, é produzida com vírus inativados do novo coronavírus (Sars-CoV-2) para inoculação em humanos. Segundo o laboratório Sinovac, com a aplicação de duas doses, o sistema imunológico passaria a produzir anticorpos contra o agente causador da covid-19.

Com data já para outubro, Mato Grosso do Sul também vai participar dos testes da vacina BCG, usada para prevenir a tuberculose, para a covid-19. O estudo realizado pela Fiocruz e o Instituto de Pesquisa Infantil Murdoch, da Austrália, vai concentrar as pesquisas em dois mil profissionais da saúde de Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário