ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Perto de acabar, ano supera 2022 em casos de trabalho infantil em MS

Dados consultados pelo Campo Grande News registram aumento de até 60%

Por Cassia Modena | 22/12/2023 11:59
Tarde de brincadeira com crianças em abrigo (Foto: Arquivo/Henrique Kawaminami)
Tarde de brincadeira com crianças em abrigo (Foto: Arquivo/Henrique Kawaminami)

Mais crianças e adolescentes em Mato Grosso do Sul podem ter sido submetidos ao trabalho infantil entre o ano passado e este, conforme consulta a denúncias e a casos confirmados em diferentes plataformas de dados feitas pelo Campo Grande News.

Exemplo mais recente é o de indígenas de 11 anos e de 17 anos que trabalhavam na colheita manual de milho em uma fazenda em Caarapó. Eles foram resgatados este mês pelo MPT (Ministério Público do Trabalho) de Mato Grosso do Sul.

O órgão federal informou ter recebido 154 denúncias sobre casos de trabalho infantil até ontem, 21 de dezembro, no Estado. O número é 38% maior que o de 2022, ano em que 95 denúncias foram recebidas.

Galpão de madeira, sem janela e sem camas, era onde dormiam os indígenas escravizados em Caarapó (Foto: Divulgação)
Galpão de madeira, sem janela e sem camas, era onde dormiam os indígenas escravizados em Caarapó (Foto: Divulgação)

A quantidade de ações judiciais abertas pelo MPT contra os suspeitos por explorar o trabalho das crianças e adolescentes no Estado caiu de 21 para 12. Porém, isso pode ter relação com a adoção de medidas extrajudiciais como os termos de ajuste de conduta, assinados para essas situações chegarem ao fim em comum acordo.

Aumento significativo de 60% nos casos de trabalho infantil flagrados em Mato Grosso do Sul foi registrado pela Auditoria do Trabalho, vinculada ao Ministério do Trabalho e Emprego. Foram 200 vítimas em 2022 e 321 este ano. Os dados consideram notificações de janeiro a outubro.

Por cidade - Em relação a onde esses casos mais ocorrem, informações do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome dão conta de quais municípios havia crianças e adolescentes acompanhados até 2022.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Esse recorte diz respeito somente a crianças e adolescentes cujas famílias eram beneficiárias do Bolsa Família, e pode não refletir a mesma localização dos casos e denúncias citados anteriormente.

Disque 100 - Canal mantido pelo Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, que ficou mais conhecido pela ampla divulgação para proteger os direitos das crianças e adolescentes, recebeu 42 denúncias até o momento sobre crianças e adolescentes submetidas ao trabalho infantil em Mato Grosso do Sul.

Houve aumento em relação com o ano passado, quando foram registradas 10 a menos.

No país - Números divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia) nesta semana apontam que houve aumento de 7%, entre 2021 e 2022, em todo o Brasil, de crianças entre 5 a 17 anos em situação de trabalho infantil.

A quantidade de casos identificados em cada Estado não consta na pesquisa por ela ter sido feita com base em amostra pequena da população.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias