ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  04    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

Segundo hospital de campanha será instalado em Ponta Porã

A cidade, que faz fronteira com o Paraguai, tem um caso confirmado da doença

Por Tainá Jara | 29/03/2020 18:24
Hospital de Campanha foi instalado no pátio do Hospital Regional, em Campo Grande (Foto: Arquivo/Kisie Ainoã)
Hospital de Campanha foi instalado no pátio do Hospital Regional, em Campo Grande (Foto: Arquivo/Kisie Ainoã)

A cidade de Ponta Porã, distante 323 quilômetros de Campo Grande, será a segunda de Mato Grosso do Sul a receber um hospital de campanha para atender os futuros casos suspeitos do novo coronavírus. Um, dos 36 casos confirmados da doença, foi registrado no município que faz fronteira com o Paraguai.

Estrutura para criar um centro de triagem foi parcialmente instalada no pátio do Hospital Regional, em Campo Grande. De acordo com o secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende, tendas semelhantes serão instaladas no Hospital Regional de Ponta Porã para dar agilidade ao atendimento dos pacientes.

O centro de triagem do Hospital Regional também já está sendo montado, mas ainda de equipamentos e insumos para entrar em funcionamento. Lá, será feito o primeiro atendimento e se o paciente não for dispensado para cumprir quarentena em casa, passará por consulta, receberá inalação e ficará em observação. Os casos graves sobem para a unidade hospitalar.

A prefeitura também já começou a montar a estrutura no pátio das unidades 24 horas – UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e CRSs (Centros Regionais de Saúde). As tendas têm 10 metros de largura por 10 metros de cumprimento, sendo espaço suficiente para que os pacientes consigam ficar a uma distância de pelo menos 1,5 metro um do outro.

UTI - Em transmissão ao vivo, realiza nada tarde deste domingo, pelas redes sociais do governo do Estado, o secretário lembrou que dez leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) estão contratados para entrar em funcionamento em Ponta Porã.

Na Capital, dez devem entrar em funcionamento nesta semana com estrutura encaminhada pelo Ministério da Saúde. Insumos para instalação de novos leitos, no entanto, ainda são necessários. O secretário também falou da previsão de instalação de 48 leitos de tratamento semi-intensivo, no sétimo andar do HR.

No Estado, há 515 leitos de UTI, sendo 377 geridos pela iniciativa pública e 138 são de hospitais da iniciativa privada. Eles estão distribuídos em sete municípios.