ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 15º

Cidades

"Sobra" de doses pode beneficiar grupo prioritário vizinho de postos de saúde

Para evitar perda de frascos multidoses, integrantes de grupos prioritários podem ser convocados

Por Silvia Frias | 09/03/2021 11:37
Cada frasco contém 10 doses da vacina e medida evita perda do imunizante (Foto: Kisie Ainoã)
Cada frasco contém 10 doses da vacina e medida evita perda do imunizante (Foto: Kisie Ainoã)

Para evitar a perda de doses da vacina contra covid-19, profissionais da saúde dos postos de Campo Grande podem convocar, de forma emergencial, vizinhos das unidades, desde que também sejam integrantes de grupos prioritários, para a imunização.

A medida foi padronizada em nota técnica divulgada publicada pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) no Diário Oficial e seria adotada somente depois que todos os presentes no posto tiverem sido atendidos, para evitar a perda do imunizante.

“Orientamos que cada unidade de saúde faça lista nominal com telefone, da população de idosos mais de 60 anos, pessoas acamadas, trabalhadores da saúde e pessoas de outros grupos prioritários que não tenham recebido doses de vacina, residentes próximos da unidade de saúde para que caso necessário sejam convocados para receber dose que estejam restantes antes do vencimento”

A medida seria tomada em caso extremo, já que agora as vacinas enviadas são multidoses, ou seja, cada frasco contém 10 doses da Sinovac/Coronavac/Butantan e Covishileld/Fiocruz/Astrazeneca.

No caso da Coronavac, a validade de cada frasco é de até 8h após a abertura e, da AstraZeneca, 6h.

A nota alerta para que gerentes e enfermeiros responsáveis pela sala de vacinação fiquem atentos a essa dosagem para evitar a sobra e/ou consequente perda. O registro desses vacinados será em campo específico de formulário.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário