A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

18/06/2015 14:19

“Feminicídio, violência e mídia” é tema de audiência pública na Assembleia

Antonio Marques
Autoridades, especialistas em defesa dos direitos da mulher e jornalistas participam do evento (Imagem: Reprodução do Facebook)Autoridades, especialistas em defesa dos direitos da mulher e jornalistas participam do evento (Imagem: Reprodução do Facebook)

A Assembleia Legislativa realiza na tarde de hoje, 18, realiza audiência pública para debater a violência contra a mulher. “Feminicídio, violência e mídia”, é o tema do evento, que vai reunir autoridades, educadores, profissionais da saúde, representantes que atuam na defesa dos direitos da mulher.

Para o deputado estadual Pedro Kemp (PT), responsável pela promoção do debate, o tema é de grande relevância para a sociedade, especialmente para Mato Grosso do Sul, uma vez que nosso estado ocupa lugar de destaque no número de homicídios de mulheres.

O objetivo da audiência é debater o avanço de ações governamentais para enfrentar o problema. Participam do evento a escritora e feminista Rachel Moreno; e a ativista da marcha mundial das mulheres Miriam Nobre; os jornalistas, Geraldo Ferreira, presidente do Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul); Marcos Paulo, coordenador do curso de Comunicação da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul); Edson Silva, professor da UFMS; Jacir Zanatta, professor da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e Gerson Jara, do Sindjor-MS.

Também vão participar profissionais que atuam no dia a dia da notícia, Aline dos Santos, do Campo Grande News; Éser Cáceres, do Midiamax; Débora Alves, do SBT-MS; Ida Garcia, da TV Guanandi; Joelma Belchior, da Sejusp; Joel Silva, da FM Capital e Rádio Educativa; Izabela Sanchez, do Top Mídia News;

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions