A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

05/03/2018 10:56

“Não investimos apenas em armas”, diz Reinaldo durante formatura de cabos da PM

Governador pontuou ainda que de hoje até o próximo dia 12 analisará as filas das promoções que estavam paradas nos últimos anos

Danielle Valentim e Leonardo Rocha
Esses investimentos colocam o Estado em terceiro mais seguro do país, disse Reinaldo. (Foto: Marina Pacheco)Esses investimentos colocam o Estado em terceiro mais seguro do país, disse Reinaldo. (Foto: Marina Pacheco)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), ressaltou nesta segunda-feira (5) durante formatura de 215 novos cabos da Polícia Militar, que o investimento na segurança não ocorreu somente na compra de armas e viaturas, mas na formação dos policiais. Ao todo no Estado são 430 novos formandos.

Só neste mês serão apresentados em solenidade de formatura um total de 430 novos cabos da PM, 215 na Capital e o restante em Dourados, Ponta Porã, Nova Andradina, Três Lagoas e Corumbá. Esta foi a primeira vez que os cursos de formação foram oferecidos no interior do Estado.

O secretário de segurança Antônio Carlos Videira reiteirou que o Estado possui uma posição geográfica estratégica no combate ao tráfico de drogas e que, por isso, a PM precisa ser muito valorizada.

“A PM precisa ser muito valorizada porque está no combate constante ao tráfico de drogas
e que acaba, inclusive indo ao Rio de Janeiro. A PM está com números invejáveis, que foram alcançados em função do projeto MS Mais Seguro, pois houve muito investimento em armas e munições. Só isso tem garantido que a PM combate o crime organizado, tendo condições adequadas”, disse.

O governador pontuou que, quando assumiu em 2015, os governadores enfrentaram o pior momento no Brasil, mas que “por ter feito o dever de casa” colocou a segurança como prioridade. Além da formação, Reinaldo pontuou que investiu na ascensão de carreira, que “não era aceita por gestões anteriores”.

“O investimento não foi apenas em armamento e viaturas, mas na formação dos policiais. Os indicadores de criminalidade reduziram. Investimos em formação e ascensão de carreira, que não era aceita pelas gestões anteriores. Esses investimentos colocam o Estado em terceiro mais seguro do país”, disse.

O Governador pontuou ainda que de hoje até o próximo dia 12 estará analisando as filas das promoções que estavam paradas nos últimos anos. Segundo ele, alguns soldados estavam a 20 anos esperando ascensão para virarem cabos.

Concurso - Em março ocorre o lançamento do edital do concurso para PM e Corpo de Bombeiros. “A intenção do Governo é ter um planeamento de 10 anos para que todo ano tenha concurso nessas áreas”, finalizou o governador.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions