A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Junho de 2018

23/05/2008 14:04

Alta médica de preso federal "alivia" Santa Casa

Redação

Durante quase duas semanas a Santa Casa de Campo Grande teve a rotina alterada devido à operação de um detento do Presídio Federal. O segundo andar, onde Marcelo Batista de Oliveira Vilalba estava em observação, foi isolado e a transferência dele à unidade prisional traz de volta a tranqüilidade ao hospital.

Em Mato Grosso do Sul, Vilalba é uma das bases do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção criminosa que de dentro dos presídios coordena ações criminosas. Ele estava envolvido na rebelião que em 2006 destruiu parte do EPSM (Estabelecimento Penal de Segurança Máxima).

Devido ao grau de articulação de Vilalba, ele chegou a ser levado para a primeira penitenciária federal, em Catanduvas (PR). Com a construção da unidade de Campo Grande, Vilalba foi trazido de volta a Mato Grosso do Sul.

A reportagem do Campo Grande News apurou que Vilalba foi submetido a uma operação no joelho. Os cuidados médicos mobilizaram forte esquema de segurança na Santa Casa.

Curiosidade

A estadia sigilosa de Vilalba no hospital provocou muitos boatos. Como a direção da Santa Casa mantinha a operação em segredo e nem os funcionários podiam ter acesso ao nome do preso

Estados e municípios são os que mais contribuem para sustentar SUS
Entre 2002 e 2015, o governo federal foi a esfera de gestão que mais utilizou recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), seguido pela esfera municipal...
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar até R$ 38 milhões no sábado
O prêmio da Mega-Sena acumulou mais uma vez, depois do sorteio desta noite (20) e pode pagar até R$ 38 milhões, na próxima rodada. As sequências sort...
Ações sobre auxílio-moradia voltam ao STF depois de conciliação falhar
Diante da falta de conciliação com representantes de magistrados, a AGU (Advocacia-Geral da União) devolveu ao STF (Supremo Tribunal Federal) process...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions