A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/03/2010 16:19

André promete retomar diálogo sobre demarcação de terras

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) anunciou, nesta terça-feira, que irá retomar as negociações para solucionar o problema da demarcação de terras indígenas em Mato Grosso do Sul.

Ele fez a declaração em reunião com o grupo de trabalho do CDDPH (Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana) da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República.

A comissão está desde ontem investigando as denúncias de violência contra os índios Guarani de Mato Grosso do Sul. Eles visitaram aldeias, conversaram com antropólogos e com a Polícia Federal.

"O Estado está pronto para reatar o diálogo, sempre o melhor caminho para solucionar pendências. Estamos dispostos a conversar e auxiliar no que for necessário para resolver de fato a questão", afirma o governador.

O secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, apresentou um relatório sobre as ações do Governo do Estado, como a distribuição de 14 mil cestas básicas, o programa Aldeia Produtiva e o Vale Universidade Indígena.

"São programas para dar sustentabilidade aos indígenas. São 14.267 cestas indígenas, com 27 quilos, que incluem proteína animal; 120 vale-universidades indígenas; 120 técnicos disponibilizados em assentamentos e aldeias para dar assistência na produção; 13 escolas nas aldeias indígenas com parceria do governo federal e 69 patrulhas mecanizadas", contou Puccinelli.

Para o diretor de Defesa dos Direitos Humanos da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, Fernando Matos, a decisão do governador aponta para um "cenário" promissor, que é a retomada das discussões para solucionarmos essas questões indígenas.

"Sem essa abertura do Governo estadual para o diálogo, nossa missão aqui seria um fracasso. Não poderíamos sequer começar a discutir essas pendências", avalia ele, lembrando que ao final da visita ao Estado será apresentado um relatório em Brasília com recomendações para o caso de Mato Grosso do Sul.

O vice-presidente do CDDPH, Percílio de Sousa Lima Neto, ressaltou que a decisão do governador em reabrir diálogo é de extrema importância para se chegar a um consenso. "A conclusão que se chega é que o passo mais importante foi dado. A partir desse encontro, vamos manter outros contatos e retomar o diálogo inclusive com as autoridades federais", comenta.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions