A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/10/2013 18:22

Apaixonada e obcecada, mulher é detida após vários trotes na PM

Zana Zaidan

Ketlyn Ferreira Xavier Rodrigues, 21 anos, foi detida na tarde hoje (22) por passar um trote no Corpo de Bombeiros. O falso chamado dava conta de uma tentativa de homicídio, com duas pessoas atingidas por disparos de arma na conveniência Giba, na avenida Manoel da Costa Lima, em Campo Grande.

Uma viatura do tático da Polícia Militar e duas unidades de resgate do Corpo de Bombeiros se deslocaram até o local mas, chegando lá, as equipes constataram que se tratava de um trote. Na verdade, Ketlyn é velha conhecida da Polícia – existem vários boletins de ocorrência registrados no nome dela, como autora de perturbação do sossego ou vítima de violência doméstica e ameaça.

Em todas as queixas está envolvido o nome de Alexandre Lages da Silva, 28 anos. Ele é funcionário da conveniência e, segundo ele, Ketlyn nutre uma paixão platônica e, como forma de provocação, passou a ligar com freqüência para os órgãos de segurança informando falsas ocorrências no local.

Eles se conheceram há três anos, em um curso noturno e, desde então, a moça não parou de pegar no pé de Alexandre, que já perdeu dois empregos por causa dos transtornos causados por Ketlyn. “Essa mulher causa muito. Já troquei de celular, até o meu chefe já trocou, mas ela não para de ligar aqui e atrapalhar o trabalho de todo mundo. Como resolvemos deixar de lado, ela apelou, e começou a inventar coisas para a Polícia”, conta Alexandre.

Sem emprego - O proprietário da conveniência, Inácio Antônio de Carvalho, conta que chegou a demitir Alexandre, mas resolveu readmiti-lo três meses atrás, depois que ele perdeu o emprego em uma transportadora, também por causa de Ketlyn. “Mandei ele embora porque a situação estava insuportável. Quando fiquei sabendo que ele estava desempregado, resolvi dar uma segunda chance, porque ele é um bom funcionário, uma pessoa de confiança”, afirma.

Quando Alexandre trabalhava na transportadora, Ketlyn chegou a ir até o local e chamar a PM afirmando ser vítima de seqüestro. Outras ocorrências envolvem o relacionamento conturbado dos dois, e Alexandre chegou a passar duas noites preso depois de ser acusado de agredi-la, mas, segundo ele, foi liberado depois que as acusações se mostraram falsas. “Nunca tive nada com ela, não namoramos, nunca ficamos. Essa mulher é louca”, reforça.

Ketlyn foi conduzida para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) Piratiniga, e terá que prestar esclarecimentos por falsa comunicação de crime.

Desserviço – A Polícia Militar reitera que não deixa de atender nenhum chamado, mas, condutas como a de Ketlyn atrapalham o trabalho da Polícia, além do deslocamento desnecessário, que gera gastos e faz com que ocorrências reais deixem de ser atendidas.



Taí um caso que vc olha e pensa: "Como sou normal!"
 
JESSICA MACHADO em 23/10/2013 10:37:45
Precisa ser internada com urgência...
 
Jeanne Couto em 23/10/2013 10:21:04
Então né cade a lei João da Penha ??? se fosse o contrario o cabra tava ferrado para não falar outra coisa, mulherada acorda a epoca que vcs queimaram soutien em praça publica vcs queriam igualdade, então vamos ter igualdade de verdade, lei João da penha em vcs também, basta uma falar que o homem deu um tapa que o sujeito ta na pedra, tem que ver o que a SIMPATIA fez antes, bateu tomou.
 
ANDRE OLIVEIRA em 23/10/2013 10:20:28
Amor platônico, amor doentio? Que nada isso é odio doentio. Va se internar numa clinica psiquiátrica. Confundir isso com AMOR,é sinal que o verdadeiro AMOR tambem esta se acabando nas pessoas...Ô xent!!!
 
samuel gomes-sidrô em 23/10/2013 10:15:24
Eu acho um absurdo o que esta desequilibrada tá fazendo, porque não é só os gastos que o poder público tem que arcar, e sim também com a segurança de outras pessoas que realmente estão precisando de auxilio. Com isso o serviço da segurança pública, fica prejudicado e ineficiente. já tá na hora de enquadrar esta pessoa em outro crime que não seja só falsa comunicação de crime.
 
ivo teixeira de moraes em 23/10/2013 09:32:32
Taí, assistir demais televisão, só dá nisso!
 
josé airton recalde em 23/10/2013 09:27:00
Se amasse de verdade não faria nada para prejudica-lo,pois quem ama ajuda e não atrapalha que nem ela,falta de ter o que fazer em casa,isso sim..
 
maria ramona vaz em 23/10/2013 09:24:59
A se essa moda pega kkkkkkk .... Depois dizem que os homens é que são pegajosos .... To rindo mas não é nada engraçado , imagina oque esse rapaz ta passando !!!!
 
Vanderli Pereira em 23/10/2013 09:20:44
Tinham que cobrar dela toda a despesa que tiveram com os falsos chamados, afinal no momento dos trotes qualquer um de nos poderia estar realmente precisando de ajuda.
Doer no bolso, é isso, num instante ela sara da doidera .
 
lizeti aparecida zanineli em 23/10/2013 09:16:06
Se fosse o inverso, invocaria-se a Lei Maria da Penha e o cara estava ferrado prá sempre.
 
ricardo rodrigues em 23/10/2013 09:02:57
PROCURE UMA IGREJA PARA TIRAR ESTA OBSESSÃO POIS ISTO É MUITO TRISTE IMAGINE A PREOCUPAÇÃO DA FAMILIA DESTE RAPAZ, EU TIVE UMA DESTAS NA VIDA DO MEU FILHO ELE NUNCA DEU BOLA MAS ELA CISMOU QUE SE NAO FICASSE COM ELE ELE NÃO FICARIA COM NINGUEM, IA ATRAS DAS NAMORADAS DELE, PERSEGUIA ATE QUE EU MESMO CHEGUEI E FALEI OU VCE SAI DA VIDA DE FULANO OU EU NÃO ME RESPONSABILIZO POIS CHEGA TD TEM LIMITE E ELA FICOU COM MEDO E SE ESCAFEDEU
 
tereza dos santos em 23/10/2013 08:35:52
depois o homem mata uma louca dessas e ainda vai preso...Essa tem que arrumar alguma coisa pra fazer, um tanque de roupa suja, uma casa pra varrer... Isso é falta de trabalho.
 
Jéssica Santos em 23/10/2013 08:29:20
Deveriam dar como pena para essa ter que limpar durante um ano o prédio do corpo de bombeiros....assim não teria tempo para prejudicar as pessoas.
 
Hector Brugoni em 23/10/2013 08:22:17
Concordo com Ana Maria essa moça precisa de tratamento urgente, eu sou borderline e tudo indica que a mesma sofre desse transtorno, graças a Deus no meu caso eu não sou igual ela, no meu caso são automutilação, mas sei que ela está sofrendo muito e precisa de um psiquiatra urgente, por favor peço a família que a ajude porque ela pode fazer coisa bem pior até próprio suicídio, é claro só um psiquiatra para dar um diagnostico mas que ela precisa a isso sim.
 
Antonia Fernandes em 23/10/2013 08:05:30
Está claro que ela tem problemas psiquiátricos e ninguém faz nada? Parece ser transtorno de personalidade borderline. Encaminhem a criatura a um psiquiatra urgente e que ele faça o diagnostico correto. Pelo comportamento, pode ser isso mesmo.
 
Ana Maria em 23/10/2013 07:17:18
o cara nao quer voce , cai fora coloque simamcol em baixo da lingua e va lava louça cozinha deixe de ser oferecida
 
edson ortega de oliveira em 22/10/2013 20:52:25
que medo !! SOU SÓ .
 
Sergio Lima em 22/10/2013 20:38:47
Como pode ter pessoas desequilibradas assim, e os pais dessa garota que não levam essa criatura para um médico....qualquer hora ela mata esse rapaz se já chegou ao ponto da mentira dela levá-lo preso? isso não é amor isso também não é paixão isso é perseguição caso de internação psiquiátrica, e ainda deveria responder por falso comunicado de crime, tem que pegar pesado com essa criatura desocupada...
 
sandra lima em 22/10/2013 20:14:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions