A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

05/04/2017 09:47

Apenas 65,5% dos jovens concluíram ensino médio em 2015 no Estado

Levantamento foi feito pela ONG Todos Pela Educação com base nos resultados da Pnad

Yarima Mecchi
Crianças em escola estadual. (Foto: Marcos Ermínio)Crianças em escola estadual. (Foto: Marcos Ermínio)

Apenas 65,5% do jovens concluíram o ensino médio com 16 anos em 2015 em Mato Grosso do Sul, o estado é o décimo do país com menor número de alunos se formando na escola. E com menor taxa na região Centro-Oeste.

Os dados são do levantamento feito pela ONG (Organização Não Governamental) Todos Pela Educação, feito com base nos resultados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio).

De acordo com a ONG, se o Brasil tivesse mantido, em 2015, o mesmo número de alunos matriculados de 4 a 17 anos que foi observado em 2005, a taxa atual de atendimento seria de 99,2%. Haveria, ainda, cerca de 330 mil crianças e jovens fora da escola, mas um contingente menor que o atual, 2.486.245.

Com relação aos jovens de até 19 anos, que concluíram o ensino médio, Mato Grosso do Sul está com número ainda menor. Apenas 50,5% do estudantes voltam para terminar a escola e o Estado está em nono lugar no ranking. Em primeiro lugar com maior taxa de evasão está o Amapá, com 35,1%.

Ainda de acordo com a ONG, a taxa de atendimento de crianças e jovens entre 4 e 17 anos aumentou no Brasil em 4,7% desde 2005, atingindo 94,2% em 2015, mas de forma ainda insuficiente para alcançar a meta um do Todos Pela Educação para esse ano, que era de 96,3%, e tampouco a universalização determinada constitucionalmente para ser atingida até 2016.

Esse crescimento na taxa de atendimento foi puxado, especialmente, por um salto no percentual de crianças de 4 e 5 anos matriculadas, de 72,5% para 90,5% no período.

Os dados completos do levantamento estão disponíveis no site do Todos Pela Educação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions