A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

30/08/2012 22:10

Após denúncias, UFMS dá explicações ao MEC sobre eleição para reitor

Nyelder Rodrigues

O Ministério da Educação (MEC) enviou à reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) ofício pedindo explicações sobre as denúncias de irregularidades no processo de formação da lista com três nomes a serem escolhidos pelo ao MEC para o cargo de reitor da universidade até 2016.

Nesta quinta-feira (30), o Colégio Eleitoral da universidade enviou a Brasília outro ofício, com as respostas solicitadas. Ao todo, foram respondidos 28 pontos questionados pelas denúncias e pelo Ministério da Educação.

Entre os documentos usados na denúncia de irregularidades no processo eleitoral da UFMS, estão manifestações protocoladas por entidades ligadas à universidade, além de cópias de notícias veiculadas na imprensa e ofícios feitos pelo deputado federal Antônio Biffi (PT).

As denúncias envolvem desde irregularidades no processo eleitoral na UFMS, até gastos indevidos e má administração. Casos de estupro no campus e de falta de estrutura do Hospital Universitário também compõem as denúncias.

Explicações - Sobre mudanças no estatuto da UFMS, a universidade afirmou que elas não precisam ser aprovadas pelo MEC, devendo apenas ser aprovadas pelo Conselho Universitário e publicadas no Boletim de Serviço da universidade.

Outro ponto respondido foi a definição do calendário do pleito eleitoral da UFMS. Conforme o Colégio Eleitoral, o calendário para a composição da lista tríplice foi definido por consulta eletrônica entre os membros da Comissão Executiva Central, sendo disponibilizado no portal do Colégio Eleitoral.

Além disso, a UFMS diz que as recomendações do MPF (Ministério Público Federal) para a realização do pleito foram acatadas, entre elas, a definição da data limite para a inscrição de eleitores.

Conselho de Psicologia aprova resolução com regra para atendimento a transexuais
Em meio à polêmica que cerca a iniciativa de psicólogos para derrubar, na Justiça, uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que proíbe o...
Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions