A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019

29/06/2010 07:30

Assassino de dono de rotisseria enfrenta júri hoje

Redação

Começou há pouco na 2ª Vara do Tribunal do Júri, no fórum de Campo Grande, o julgamento do pintor Marcelo de Oliveira Vargas, de 28 anos. Ele é acusado de homicídio duplamente qualificado, do empresário Marcelo Zanardo, de 47 anos, dono da rotisseria La Buona Cucina, localizada na rua Bahia.

Assassino confesso, Marcelo relatou que matou o empresário após uma discussão. Ele foi preso no dia 16 de outubro. Ele tem a assistência do defensor público Gustavo Pinheiro da Silva e o promotor do caso é Renzo Siufi.

O júri popular é composto por 3 homens e 4 mulheres. A expectativa é de que hoje ele revele o motivo da discussão que provocou briga que acabou com o empresário morto a facadas no dia 22 de setembro de 2009, na rua Conselheiro Furtado, bairro Vila Vitória, em Campo Grande. O corpo foi encontrado em uma casa simples, alugada por Zanardo uma semana antes de sua morte.

Poucas pessoas acompanham o julgamento na manhã de hoje. Quando o juiz Aloísio Pereira dos santos perguntou se havia alguém da família no local, ninguém se manifestou.

Após o crime, Marcelo Vagas teria levado o veículo da vítima, o celular do empresário e R$ 213. Segundo o MPE (Ministério Público Estadual), o crime ocorreu por motivo fútil, motivado por uma simples discussão, e com recurso que dificultou a defesa da vítima

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions