A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

25/08/2010 17:09

Atropelamento de mãe e filho fica sem registro policial

Redação

Não teve registro policial o atropelamento de mãe e filho, de 5 anos, ocorrido hoje no conjunto Ramez Tebet, na saída para São Paulo, em Campo Grande. O autor, segundo testemunhas relataram, estava alcoolizado e, após atropelar a mulher e a criança, que estavam de bicicleta, ainda tentou agredi-la.

Moradores da rua onde ocorreu o atropelamento contaram ter chamado a PM (Polícia Militar) logo que aconteceu o acidente, às 12h40. Mas a viatura só esteve no local duas horas depois, quando nem o veículo que atropelou nem as vítimas estavam mais lá.

A mãe, Mayara Lopes Rondon, 20 anos, foi socorrida pelo Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência), e foi levada para o Centro Ortodédico da Secretaria Municipal de saúde. O menino foi levado para casa pela vó.

Segundo as informações obtidas junto à Polícia Militar, como não houve como constatar o que aconteceu no local, agora vai ficar a cargo da vítima prestar queixa.

Os moradores anotaram a placa do veículo que atropelou Mayara e o filho. Segundo eles contaram, o motorista da Parati placas HQU-8427 parou repentinamente na rua, deu marcha-ré e atingiu a mulher e a criança na bicicleta.

Identificado apenas como Jorge, ele teria saído do carro e tentando agredir a mulher usando a bicicleta dela e depois fugido. A agressão só não foi consumada, segundo as testemunhas, porque os moradores saíram das casas por causa do barulho.

O Campo Grande News conversou por telefone com uma mulher que se disse namorada do motorista.Sem se identificar, ela atribuiu tudo a bebida e disse que Jorge não tem comportamento agressivo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions