ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  18    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Azambuja promete melhorar vias urbanas e pede mais blitze no Estado

Por Luana Rodrigues e Leonardo Rocha | 22/06/2015 10:26
Governador prometeu lançar programa de recuperação e sinalização de vias urbanas (Foto: Marcos Ermínio)
Governador prometeu lançar programa de recuperação e sinalização de vias urbanas (Foto: Marcos Ermínio)

Em um encontro de gestores, realizado na manhã desta segunda-feira(22), no auditório do Detran/MS(Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), ressaltou a importância da realização de blitz para coibir acidentes causados por condutores sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou com documentos atrasados e reconheceu a necessidade de ampliar a estrutura de todas as unidades do departamento de trânsito no estado.

Azambuja afirmou ainda que irá lançar um programa para a recuperação e sinalização das vias urbanas nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. "Desde o início do mandato solicitei um levantamento das deficiências desse setor para que pudéssemos fazer melhorias, já que grande parte dos recursos arrecadados pelo estado decorrentes do trânsito, são justamente para desenvolver essas ações", explicou.

O governador ainda reconheceu a necessidade de investimento em tecnologia da informação, para que seja feito o agendamento eletrônico, com hora marcada, além de cursos de formação aos servidores, para melhorar o atendimento ao cidadão.

No encontro, o diretor-presidente do Detran, Gerson Claro, frisou o início da segunda fase de sua administração e disse que também espera melhorias no atendimento. O diretor-presidente pediu ainda o comprometimento dos servidores, para que sejam exemplos de cidadãos no trânsito em suas cidades. "Dirigir sem beber, não levar pessoas na carroceria de carros abertos, são bons exemplos", disse.

“Pedestre, Eu Cuido!”- O Detran/MS retomou nesta segunda-feira (22), a campanha “Pedestre, Eu Cuido!” para orientar aos condutores e pedestres de Campo Grande sobre a travessia correta na faixa de pedestre. O objetivo é reduzir o número de acidentes, com abordagens educativas e policiamento de trânsito nas ruas.

Segundo dados do GGIT (Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito), de janeiro a maio de 2013 houve 12 óbitos de pedestres. Já no mesmo período de 2014, foram sete mortes e, neste ano, nos cinco primeiros meses, caiu para cinco óbitos, ou seja, em dois anos a queda foi de quase 60% no número de mortos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário