A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/10/2010 12:58

Repórter News:

Redação

Em um terreno baldio localizado na esquina da rua Simon Bolívar com Ari Coelho de Oliveira, na Vila Progresso, 16 tambores de 200 litros transbordam uma substância que aparenta ser óleo queimado.

O pedreiro Manoel Ricartes, vizinho ao problema, relata que já faz 6 meses que os tambores foram postos no local e a 1 mês começou a derramar. O líquido de aparência viscosa e cor escura já começa a chegar à calçada, depois de ter se espalhado pelo terreno.

Porém, para Ricartes, esse não é a única reclamação no local. O terreno está abandonado. Segundo ele, marginais teriam feito um buraco na cerca de tela e roubado materiais de construção que haviam sido postos no lugar.

"Tinha telha, madeira e ferragem. Não sei se era de algum depósito ou se era para uma construção", relata Ricartes, "Mas já levaram muita coisa".

Meio ambiente

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions