A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/08/2009 10:41

Barcos são flagrados retirando pedras de embarcação

Redação

A Polícia Federal investiga se o barco "Alexandre Junior", de bandeira boliviana, apreendido no último domingo, junto com outra embarcação brasileira, possui registro no Brasil.

A embarcação foi flagrada durante a Operação Xaraes II, realizada na região do Pantanal sul-matogrossense, pelo 6º Distrito Naval.

A tripulação estava retirando, sem autorização, parte da carga de pedras ametistas em estado bruto de embarcação que naufragou no mês pasado no rio Paraguai.

Segundo a Marinha, os sacos contendo com as pedras eram retirados do local por mergulhadores e depositados na Balsa Cachara, de bandeira brasileira.

A tripulação, composta por bolivianos e brasileiros, foi ouvida e liberada, juntamente com a embarcação de bandeira boliviana. A balsa Cachara, carregada com aproximadamente 2.800 kg de pedra ametista bruta, ficou retida para averiguações na Capitania.

Um inquérito instaurado pela Policia Federal de Corumbá vai apurar se a embarcação possui registro também no Brasil. A duplicidade de registro é usado para burlar a fiscalização brasileira e acobetar o contrabando das pedras.

Segundo o delegado de PF, Fabio Machado, a origem das pedras que estavam na embarcação que afundou também é investigada. A suspeita é que sejam retiradas do território brasileiro ilegalmente.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions