A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019

05/10/2010 17:17

Bertin ganha liminar que proíbe piquete de grevistas

Redação

O frigorífico JBS Bertin conseguiu na tarde desta terça-feira uma medida liminar contra o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carne e Derivados de Campo Grande, que deflagrou greve desde a última segunda-feira. Pela decisão do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), os grevistas não podem impedir o trânsito de pessoas na frente da indústria.

Na liminar, a juíza Mara Cleusa Ferreira Jeronymo reconhece o direito de greve dos trabalhadores, mas argumenta que a montagem de barreiras e piquetes na frente do frigorífico, ultrapassa o que está previsto em lei para as situações de paralisação.

O acesso ao frigorífico deve ser liberado para trabalhadores que não aderiram ao movimento de greve, a clientes e fornecedores da empresa, segundo informou o advogado do JBS Bertin, Alexandre Bastos.

A juíza do trabalho entrou em contato com a polícia militar responsável pela área, e recebeu relatos de proibição, por parte dos grevistas, de entrada no frigorífico. Alguns manifestantes foram flagrados pela polícia consumindo bebida alcoólica.

"A decisão visa proteger o grevista, que estava promovendo um movimento desordenado e fora dos limites estabelecidos por lei", comentou Alexandre.

Por promover barreiras que impedem o trânsito de pessoas, os grevistas podem ser multados em 50 vezes o valor do piso salarial da categoria. Cerca de 2.000 trabalhadores atuam no JBS Bertin, localizado na saída para Sidrolândia.

O sindicato reivindica plano de saúde, participação nos lucros e extinção de turno aos sábados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions