A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

24/08/2010 07:34

Cabo da PMA acusado de matar pescador vai a júri popular

Redação

O cabo da PMA (Polícia Militar Ambiental), Antônio Lima da Costa, 39, vai a júri popular hoje, acusado de matar a tiros o pescador Noel de Souza Garcia em julho de 2007. O julgamento começa às 13h30 no Tribunal do Júri de Corumbá.

O fato ocorreu na noite do dia 31, na região do Passo do Lontra. O cabo, que era lotado em Miranda, havia flagrado um grupo de quatro pessoas que estava praticando pesca predatória.

De acordo com reportagem do Diário Corumbaense, Noel teria reagido à abordagem do militar e tentado atingi-lo com uma faca.

O corpo de Noel foi atingido com um tiro de pistola .380 na região do abdômen e caiu no rio, sendo encontrado três dias depois, a 8 quilômetros do local. Outro pescador, Claudemir Pereira, foi atingido por dois tiros na perna.

Os outros ocupantes do barco eram Flávio da Silva França, que se entregou imediatamente e Roberto Moura França, que conseguiu fugir.

Claudemir e Flávio só foram soltos depois que a Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do município interveio no caso. No dia 23 de agosto de 2007, a pedido do então delegado titular de Corumbá, Valmir Messias de Moura Fé, o juiz Roberto Ferreira Filho, que na época respondia pela 1ª Vara Criminal, decretou a prisão preventiva do cabo Lima.

Posteriormente, o magistrado aceitou denúncia contra o acusado por homicídio doloso. O juiz também determinou o arquivamento do processo de crime ambiental contra Claudemir Mendes e Flávio França, que pescavam junto com Noel Garcia.

Ele considerou que a quantidade ínfima de pescado apreendido (quatro peixes, aparentemente três fora da medida permitida) e alguns apetrechos para pesca "não aconselham, por si só, a movimentação do aparato judiciário".

Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...
TSE: regras eleitorais deixam dúvidas sobre fake news e autofinanciamento
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (18), por unanimidade, as 10 resoluções que irão regular as eleições de 2018, mas ainda ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions