A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/11/2011 00:43

Cade nega recurso do Banco do Brasil sobre exclusividade do crédito consignado a servidor

Stênio Ribeiro, da Agência Brasil

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) negou hoje (9) recurso do Banco do Brasil que defendia a exclusividade na contratação de crédito consignado para servidores públicos.

Ao tomar conhecimento da decisão do Cade, a direção do BB emitiu nota em que informa que os recursos e as alternativas possíveis não se esgotaram, seja na esfera administrativa ou no âmbito do Judiciário. Na nota, o banco diz que vai se empenhar para manter seus direitos.

Em agosto, o conselheiro Marcos Paulo Veríssimo, relator do processo, manifestou-se contrário à pretensão do BB de ter a exclusividade do crédito com desconto no salário dos servidores e decidiu instaurar processo administrativo para apurar práticas relatadas pela Federação Interestadual dos Servidores Públicos dos Estados do Acre, de Alagoas, do Amapá e outros (Fesempre).

O BB ingressou, em setembro, com embargos, alegando que houve “obscuridades e contradições na decisão”. A interposição do recurso fez com que o Cade suspendesse a execução da decisão plenária até o julgamento dos embargos, o que ocorreu na sessão de hoje.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...


Alguem sabe quando outra instituição financeira podera fazer os consignados????
 
Marcio Oliveira em 16/11/2011 11:10:46
Isto é um tapa na cara da sociedade. Onde está nosso direito de fazer o que quisermos com o nosso dinheiro? O que o Banco do Brasil está fazendo é inadimissível e inconstitucional. Já que a justiça do MS votou contra esta exclusividade, porque ainda não se cobrou a multa diária de 1 milhão de reais desde meados de setembro quando houve a decisão? Parece que a justiça só serve para os pequenos!
 
Pedro Luís da Silva Giaretta em 16/11/2011 01:39:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions