A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/03/2014 13:17

Campo-grandense testemunha desabamento de prédios nos EUA

Luciana Brazil
Na foto tirada por Bruno é possível ver a fumaça dos prédios.Na foto tirada por Bruno é possível ver a fumaça dos prédios.

O campo-grandense Bruno Lorenzetto, 28 anos, que está nos Estados Unidos desde agosto do ano passado, estava em Manhattan, em Nova Iorque, onde ocorreu o desabamento de dois prédios na manhã desta quarta-feira. Pelo menos duas mulheres morreram nas explosões, que teriam sido causadas por gás.

Segundo Lorenzetto, ruas foram fechadas e muitas equipes da polícia e dos bombeiros estão pelo local. Os prédios atingidos seriam uma igreja e um prédio residencial. O episódio traz à tona o medo de terrorismo.

“Eles sempre relacionam qualquer coisa com o terrorismo. Mas acho que não foi atentado”, disse Bruno, dos Estados Unidos. Ele contou que qualquer incidente deste porte causa pânico entre os americanos, principalmente, depois do atentado de 11 de setembro de 2001, que derrubou as torres gêmeas. 

O jovem conseguiu ver do Central Park a fumaça do incêndio gerado com a queda dos prédios. Ele mora próximo o local onde aconteceu o desabamento. “Eu moro na 122th do WestHarlem e o episódio foi na 116th do EastHarlem. Consegui ver do Parque a fumaça”, contou.

Conforme a imprensa internacional, moradores da região teriam dito que a explosão aconteceu em um apartamento, por volta das 9 horas horário local, mesmo horário de Mato Grosso do Sul.

Outras testemunhas disseram que o cheiro de gás foi sentindo em uma loja de piano, que fico no térreo de um dos prédios.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions