ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  21    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Canavieiro que gastava 3 horas para chegar ao trabalho ganha ação contra empresa em MS

Fabiano Arruda | 29/04/2011 17:19

Trabalhador recorreu ao TST

Um empregado canavieiro, que foi funcionário da LDC Bionergia, de Rio Brilhante, ganhou direito a receber pagamento de horas intinere, relativas ao tempo gasto no deslocamento da residência à empresa.

O trabalhador, contratado em janeiro de 2007 para trabalhar na lavoura de cana-de-açúcar e demitido sem justa causa em maio de 2008, reclamou que saía de casa às 3h30 e retornava por volta das 19h.

Segundo informações do TST (Tribunal Superior do Trabalho), o percurso era feito em ônibus fornecido pela empresa. A jornada começava às 7h e terminava às 16h, com intervalo de uma hora para descanso e refeição, no horário das 11 às 12h.

Após derrota no TRT de Mato Grosso do Sul, o trabalhador recorreu ao TST. A relatora do recurso, ministra Maria Doralice Novaes, da Sétima Turma, considerou que a decisão do TRT suprimiu o pagamento daquelas horas aos empregados e contrariou a Súmula 90, I, do TST.

O dispositivo estabelece que “o tempo despendido pelo empregado, em condução fornecida pelo empregador, até o local de trabalho de difícil acesso, ou não servido por transporte público regular, e para seu retorno é computável na jornada de trabalho”.

Nos siga no Google Notícias