A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/04/2011 17:19

Canavieiro que gastava 3 horas para chegar ao trabalho ganha ação contra empresa em MS

Fabiano Arruda

Trabalhador recorreu ao TST

Um empregado canavieiro, que foi funcionário da LDC Bionergia, de Rio Brilhante, ganhou direito a receber pagamento de horas intinere, relativas ao tempo gasto no deslocamento da residência à empresa.

O trabalhador, contratado em janeiro de 2007 para trabalhar na lavoura de cana-de-açúcar e demitido sem justa causa em maio de 2008, reclamou que saía de casa às 3h30 e retornava por volta das 19h.

Segundo informações do TST (Tribunal Superior do Trabalho), o percurso era feito em ônibus fornecido pela empresa. A jornada começava às 7h e terminava às 16h, com intervalo de uma hora para descanso e refeição, no horário das 11 às 12h.

Após derrota no TRT de Mato Grosso do Sul, o trabalhador recorreu ao TST. A relatora do recurso, ministra Maria Doralice Novaes, da Sétima Turma, considerou que a decisão do TRT suprimiu o pagamento daquelas horas aos empregados e contrariou a Súmula 90, I, do TST.

O dispositivo estabelece que “o tempo despendido pelo empregado, em condução fornecida pelo empregador, até o local de trabalho de difícil acesso, ou não servido por transporte público regular, e para seu retorno é computável na jornada de trabalho”.



olha só esse trabalhador, parabéns justiça!! ele ficava uma média de aproximadamente quinze horas a dispor da empresa e uma média de oito horas para sua familia, descanso e estudos, se estudar, pensem bem a empresa tem que pagar de alguma forma sim o impacto que ela causa na vida de seus colaboradores!! segundo a lei diz que um empregado deve ficar no minimo (11) horas de descanso de um turno para o outro,,,,
 
marcelo de oliveira em 03/07/2011 09:03:48
Dura lex, sed lex!!!
A lei é dura, mas é a lei!!!
A partir do momento em que o funcionário entrou no transporte fornecido pela empresa, já está a serviço desta.
O TRT deveria ter vergonha de negar um pedido dessa natureza, posto que qulalquer leigo, mesmo o mais estúpido, pode entender o texto legal que disciplina esse caso.
A quem desconhece a Legislação, deveria se abster de emitir opiniões desastradas, e a quem quiser fechar as portas de sua empresa, não tenho certeza se o Leão terá muito o que lamentar e, por conseguinte, a população brasileira.
 
marly siqueira caramalack em 01/05/2011 12:51:29
Ah questao nao e as horas q o trabalhador pede no deslocamento e sim o salario desumano e as condiçoes de trabalho que essas usinas ofereçem as seu trabalhadores, ai realmente o trabalhador esta no direito de exigir pelo menos as horas desperdiçadas no trajeto de ida e volta, ja que pedir um salario justo esta impossivel neste pais.
 
Ricardo Medier em 01/05/2011 11:51:05
MEU CARO PARABÉNS, SOU EX-SERVIDOR DO GOVERNO FEDERAL E TB SAI MAIS OU MENOS NA SUA SITUAÇAO, ENTAO ENTREI NA JUSTIÇA LOCAL E PERDI, FUI AO SUPERIOR E GANHEI, EQTO NAO FIZER UMA REFORNA POLITICA NO JUDICIARIO E NA TRIBUTÁRIA O QUE VER É ISSO MALANDRO EMPREGADO MALANDRO EMPREGADOR NINGUEM QUER SER JUSTO,,, PARABENS PELO SEU DIREITO TRABALHADOR HONESTO JUSTO CORRETO,,,,FICA AQUI A AQUELES QUE JULGAM ESTUDAM E QUEREM DEFENDER O PATRAO DESONESTO SE APROVEITANDO DO TRABALHADOR, LEMBRE-SE PRIMEIRO SURGIU O TRABALHADOR DEPOIS O CAPITAL,,,,
 
Pedro Neto em 01/05/2011 11:19:34
É facil, arrume um emprego, longe, tenha o privigelio de não pagar passe de ônibus, e seja indenizado
 
RICARDO CASTRO em 01/05/2011 11:18:42
Em São Paulo, tem mais de 1 milhão de trabalhadores que saem da casa as 4,00horas pegam dois onibos e um metro para chegar ao trabalho as 7,30 horas e voltam para casa e chegam as 23,00 horas. Por isso que São Paulo é um estado diferenciado.
 
Ricardo thibes Cardoso em 01/05/2011 06:10:07
Esse caso da Usina e funcionários é uma questão de administração. Tem duas : a séria e a da malandragem. Vou comentar o da malandragem . O empresario safado. Aqui em ribas os problemas com as carvoarias eram muitas. Todavia os empresarios usando da malandragem, pararam de contratar funcionários. Cada bateria de forno tinha um proprietário laranja. E os Empresarios apenas davam suporte. Essa pequena empresa com CNPJ e outros documentos ficavam com a responsabilidade de todos os encargos.Não vou escrever toda a sistematica porque é muito complicada. Apenas que no final da madeira de cada carvoaria o coitado do laranja, terminava com as multas da Emasul, do trabalho e ainda devendo para o patrão.Agora o Patrão comprando fazendas,plantando eucaliptos e numa boa. Esse é o nosso brasil.
 
Ricardo Thibes Cardoso em 01/05/2011 06:05:46
Gilmar Santos e Paulo Cézar Lupato, o meu comentário não pendeu pra nenhum dos lados, simplesmente fiz uma brincadeira, só pra vcs entenderem, também sou ligada a referida Usina, portanto, não critiquei o referido ex-funcionário, muito pelo contrário......
 
Onices Trelha em 30/04/2011 12:11:51
WO PESSOAL VAMOS FAZER UM RATEIO E COMPRAR UM JATINHO DA EMBRAER PARA BUSCAR ESSE FUNCIONARIO NA CASA DELE TODOS OS DIAS...
 
Jefter kahil em 30/04/2011 11:52:01
é por isso que eu vou fechar minha empresa há 21 anos,é palhaçada isso daí , quando eu procurava emprego e era longe de casa,nao conseguia entrar na empresa.aí a questao vamos ter que importar trabalhadores, com casa,comida e roupa lavada tudo de graça pra eles nao perderem tempo e um detalhe ,vamos ter que pegarem eles na porta de casa, depois das 16;00hs e esperarem ele se despreguiçarem abrir a boca de cansado aí sim ele s vao ao trabalho até as 17;00hs (uma hora por dia) se nao vai ter que dar a firma pro nome deles pra pagar os direitinhos deles que já é um absurdo.AH outra coisa porque nao aumenta logo o seguro desemprego pra 12 meses pra eles.
 
horse a campos em 30/04/2011 11:36:10
onices tralha, será que vc trabalha, ou fica só criticando, pois direitos trabalhistas devem ser pagos, mas muitas empresas agem de má fé e não pagam, e para o horse a campos, digo o seguinte, vc diz que tem uma empresa a 21 anos e que vai fechar, isto é sinal que seu negócio não esta indo bem, outra coisa, vc já pagou estes direitos pra algum de seus funcionários?.
 
donizete dias de souza em 30/04/2011 10:43:53
É pra acabar....
Não quer q vai buscar de táxi, limosine ??
 
Cleber Alonso em 30/04/2011 09:15:12
Será que quando esse cidadão foi contratado ele nao sabia das condições? o que é mais comum e todos sabem é que quando o patrão vai contratar o funcionario se diz ciente e tudo mais e que concorda com os termos, depois ele é o injustiçado.
 
Eduardo Pizzatto em 30/04/2011 08:47:03
Porque somente no TST o trabalhador teve ganho de causa e razão?
Quem souber, favor responder-me!
 
Fábio Córdoba em 30/04/2011 08:37:43
O caso se transformara em jurisprudência. As Usinas com certeza irão se adaptar. Daí poderá gerar desemprego para os moradores das cidades que tenha o trajeto longo. Assunto para longa discussões.
 
Jorge Junior em 30/04/2011 08:31:45
Parabéns para o entendimento do TST. Espero que neste mundo de cristãos(como existe religiões,hein?), ainda, um dia, acabe a tríade: exploração, enriquecimento, exclusão. Pobre do trabalhador, viajando enclausurado em uma condução suja, fedorenta, empoeirada, suado, às vezes com varios problemas familiares, pois sempre ganha pouco - tudo isto para dar a sua única condição de sobrevivência(força de trabalho) em troca do minguado salario. Ainda bem que a suprema corte do trabalho está atenta a não permitir a supressão de direitos básicos como o aventado(horas em itinere).
 
Edson Fossati Chaves em 30/04/2011 06:49:19
O negócio tá ficando bom em, um pediu a universidade 76 mil, o outro pediu indenização por tempo de transporte, rapaz!!!
 
Oswaldo Benites em 29/04/2011 09:35:28
Este trabalhador somente fez valer os seus direitos, essa moda tem de pegar mesmo, aliás, não é moda, é LEI, e isso acontece na maioria das usinas de cana no interior do estado.
 
Paulo Cézar Lupato em 29/04/2011 07:57:28
Onices trelha ja se imaginou no lugar desse senhor e se fosse vc que perdesse 6hs do seu precioso tempo só para ir e voltar do emprego?
 
gilmar santos em 29/04/2011 07:47:37
Se essa moda pega... hem!!??? aiaiai uiui
 
Onices Trelha em 29/04/2011 06:10:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions