A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/06/2010 10:40

Capital tem 70 queimadas ao mês, mas só 40% geram multa

Redação

De janeiro a 25 de junho, o Corpo de Bombeiros registrou 426 focos de queimada em Campo Grande, ou seja, são 70 casos em média, por mês. Já a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), notificou 168 donos de terrenos incendiados no mesmo período, número que representa apenas 40% do total de casos.

As multas aos proprietários de terrenos queimados variam de R$ 1.375,00 a R$ 5,5 mil. O valor até parece alto, mas para quem sofre com os impactos destes incêndios, fica a sensação de impunidade.

"Deveria ter uma punição rigorosa", diz o morador da Vila Nascente, perto do Parque dos Poderes, Edson Nagile, 48 anos. O bairro tem muitos terrenos baldios e está tomado por focos de incêndio.

Fumaça e matagais queimados são os rastros deixados por ações recentes, algumas, praticadas ontem. No início da tarde, um terreno na Rua Jamil Félix Naglif foi incendiado.

Maria Pereira da Silva Santos, 35 anos, conta o apuro que passou ontem. "Eu tive de correr de casa porque o fogo chegou muito perto. Comecei a passar mal", diz a moradora da casa que fica ao lado do terreno.

Segundo Maria, sempre tem pessoas que ateiam fogo nos terrenos da região. "Sempre alguém está fazendo limpeza e coloca fogo no mato", completa.

A reportagem do Campo Grande News flagrou uma moradora no momento em que fazia queimada na calçada e no quintal de casa. Ao ver a equipe no local, ela se escondeu e não quis comentar o caso.

Decat - O delegado titular da Decat (Delegacia Especializada de Crimes Ambientais e Proteção ao Turista), Fernando Villa de Paula, ressalta que a prática configura crime, previsto no artigo 250 do Código Penal.

Causar incêndio e expor a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio tem pena prevista de três a seis anos de reclusão, além de multa.

Já os proprietários de terrenos onde ocorrerem queimadas também podem ser responsabilizados, administrativamente, mesmo que não tenham ateado fogo nos terrenos. "Os donos devem manter o terreno limpo", explica o delegado.

No mês de abril, quando os casos de incêndio disparam, foi criada uma força-tarefa para conter as ocorrências. O Corpo de Bombeiros registrou 135 focos neste mês, do total de 426.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions