A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/11/2009 17:27

Capital vai usar armadilha contra o mosquito da dengue

Redação

Campo Grande vai utilizar armadilhas para capturar o mosquito transmissor da dengue e assim reduzir o índice da doença.

Os técnicos do CCZ (Centro de Controle de Zoonozes) que irão trabalhar com as armadilhas, começam a ser treinados nesta quinta-feira. O treinamento será acompanhado por oito pesquisadores da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e por quatro do Ministério da Saúde.

A solenidade que marca o início do treinamento está marcada para 8h30 com o secretário municipal de Saúde Pública, Luis Henrique Mandetta.

Campo Grande foi uma das quatro cidades brasileiras escolhidas pelo Governo Federal para receber o treinamento para o uso de armadilhas

O chefe do Serviço de Controle de Vetores do CCZ, Alcides Ferreira, explica que a Capital foi escolhida a participar do programa por ter atingido um nível elevado de organização nas ações de combate à dengue, após a experiência de uma epidemia.

O programa de utilização de armadilhas, segundo explica Ferreira, terá dois anos de duração. Durante esse período, as armadilhas serão colocadas por sete dias úteis de cada mês, nos bairros Guanandi, Vila Carlota e Vila Planalto. ssas regiões foram escolhidas pela alta densidade populacional.

O programa é custeado pelo Ministério da Saúde, que forneceu as armadilhas, os palm tops utilizados pelos agentes e um computador utilizado na organização das informações da distribuição das armadilhas.

A distribuição não é aleatória: segue cálculos matemáticos e critérios geográficos.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions