A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

28/02/2019 15:42

“Situação epidêmica” leva Hospital-Dia a receber pacientes com dengue

Com 6,1 mil notificações até esta quinta-feira, prefeitura usará unidade focada em pacientes com HIV e doenças infecto-parasitárias como “retaguarda” no enfrentamento à dengue

Humberto Marques
Marquinhos Trad, durante vistoria a unidade de saúde da Capital; Hospital Dia será usado em reforço no atendimento a pacientes com dengue. (Foto: PMCG/Divulgação)Marquinhos Trad, durante vistoria a unidade de saúde da Capital; Hospital Dia será usado em reforço no atendimento a pacientes com dengue. (Foto: PMCG/Divulgação)

A preocupação com o avanço da dengue em Campo Grande, que já levou o prefeito Marquinhos Trad (PSD) a considerar a decretação de situação de emergência, levou a Saúde Pública da Capital a incluir o Hospital Dia –localizado no CRS (Centro Regional de Saúde) do Nova Bahia– entre as unidades que vão receber pacientes com a doença encaminhados pelas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e CRSs.

A expectativa é de que a medida abra até 14 leitos e funcione como “retaguarda” no enfrentamento à doença, que até esta quinta-feira (28) já registra 6.414 notificações.

Integrante do Cedip (Centro de Doenças Infecto-Parasitárias) e mais conhecido pelo suporte a portadores de HIV, o Hospital Dia foi incluído no plano de contingência da Prefeitura da Capital para conter o avanço da dengue, e vai funcionar em regime 24 horas para receber pacientes encaminhados pela Core (Central de Regulação Hospitalar) que necessitarem de acompanhamento e internação.

O Hospital Dia representa a inclusão de até 14 leitos no apoio a pacientes com dengue, “dependendo da demanda de pacientes regulados”, destacou a assessoria da prefeitura. No local, serão mantidos um clínico geral, um enfermeiro, um administrativo e três técnicos de enfermagem em cada período o dia.

“Com este local funcionando como retaguarda para pacientes que necessitam de internação, devido às complicações da doença, vamos ampliar a oferta de leitos e absorver a demanda das unidades de urgência e emergência, que registraram aumento de pacientes”, afirmou o secretário de Saúde da Capital, Marcelo Vilela, após vistoria para verificar as condições do Hospital Dia para receber pacientes com dengue.

Números – A Prefeitura de Campo Grande contabiliza, entre 1º de janeiro e esta quinta, 6.414 notificações de dengue, resultando na emissão de alerta de risco iminente de epidemia. A Sesau já aponta que os índices registrados configura situação de risco: são mais de 300 notificações por 100 mil habitantes, margem considerada de segurança pelo Ministério da Saúde.

No início da semana, a Sesau consultou o governo federal sobre a decretação de situação de emergência, a fim de dar celeridade na aquisição de medicamentos e insumos, bem como facilitará a contratação de profissionais para reforçar o atendimento. A medida foi comunicada na segunda-feira (25).

Hospital Dia fica na sede do CRS Nova Bahia. (Foto: Arquivo)Hospital Dia fica na sede do CRS Nova Bahia. (Foto: Arquivo)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions