A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

05/12/2016 09:03

Vítima e suspeito são baleados durante roubo em bar no Aero Rancho

Viviane Oliveira e Julia Kaifanny
Marcas de sangue ficaram no banco que a vítima estava sentada (Foto: Julia Kaifanny) Marcas de sangue ficaram no banco que a vítima estava sentada (Foto: Julia Kaifanny)

Paulo dos Anjos Silva, 34 anos, ficou ferido durante assalto em um bar, por volta das 23h de domingo (5), na Rua Ponta das Pedras, no Jardim Aero Rancho, em Campo Grande. Durante o crime, o dono do bar também reagiu e acabou atirando em um dos suspeitos do roubo.

Conforme a polícia, Samuel Francisco Souza Gonçalves, 18 anos, e o comparsa dele de 17 anos, chegaram de motocicleta Fan preta no bar, consumiram refrigerante e em seguida anunciaram o roubo. Eles obrigaram as vítimas a se deitarem no chão e roubaram celulares e dinheiro do caixa.

Quando saíam do estabelecimento, a dupla se deparou com dois clientes que chegavam no bar em um veículo Ford Ka, conduzido por um homem de 31 anos que tinha como passageiro o irmão, Paulo. Os suspeitos, então, abordaram os dois e anunciaram o assalto aos ocupantes do automóvel.

Paulo tentou esconder o celular embaixo do banco e foi atingido com tiro no tórax por um dos bandidos. Em seguida, um dos suspeitos retirou a chave do veículo e guardou no bolso, momento em que o dono do bar sacou o revólver calibre 32 e atirou em direção a dupla que fugiu na motocicleta.

A vítima foi socorrida pelos clientes e encaminhada ao posto de saúde do bairro Aero Rancho, mas devido à gravidade foi transferida à Santa Casa.

Samuel foi preso em flagrante por roubo e encaminhado à delegacia (Foto: divulgação/PM)Samuel foi preso em flagrante por roubo e encaminhado à delegacia (Foto: divulgação/PM)

Investigação - Policiais do Batalhão de Choque foram informados de que havia um adolescente baleado na unidade de saúde do Bairro Universitário, que tinha chegado na garupa de uma motocicleta.

Lá, os funcionários da unidade entregaram à polícia uma chave, a mesma que os suspeitos levaram do carro da vítima baleada, encontrada no bolso do garoto. Foi ai que os militares descobriram que o menino ferido tinha envolvimento no assalto ocorrido horas antes. Devido à gravidade dos ferimento, o adolescente também foi transferido à Santa Casa.

Em conversa com os familiares do menor, os policiais descobriram o nome do comparsa dele. Eles foram até o local indicado e conseguiram prender Samuel. Com o suspeito foram encontrados, a moto e o revólver calibre 32 usados no crime, e objetos e dinheiro levados dos clientes.

Testemunha - O dono do bar de 48 anos se apresentou à polícia e entregou a arma, também um revólver calibre 32, usada para balear um dos assaltantes. Em depoimento, o comerciante contou que apenas se defendeu e não sabia que tinha baleado um dos suspeitos. “Ele achou que não tinha ferido ninguém pois a dupla fugiu”, explica o delegado Tiago Macedo que atendeu a ocorrência. 

Segundo a autoridade policial, o comerciante não deve ser indiciado porque atirou em legitima defesa. “O crime segue sendo investigado, se caso for comprovado de que não havia necessidade de ter atirado, o proprietário do estabelecimento pode responder por tentativa de homicídio.



O Brasil ta feio,não pode ter uma arma pra se defender,pois é crime de porte ilegal,o bandido anda armado e geralmente isso se quer é mencionado quando acabam mau e vão presos .Vc é assaltado e o bandido sabe que a probabilidade de vc estar armado é mínima,é orientado a ter sempre um troquinho pro bandido não se estressar e se por acaso vc reagir pra se defender ou defender a sua família corre o risco de responder por homicídio.
É a arvore comendo o pica-pau mesmo.
 
Paulo em 05/12/2016 10:00:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions