A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Abril de 2019

01/12/2018 12:04

A 24 dias do Natal, negociação sobre horário estendido do comércio trava

Não houve consenso na convenção coletiva, que define, além do reajuste salarial, os horários especiais do comércio

Tatiana Marin
Movimento de consumidores no centro da Capital neste sábado (Foto: Danielle Valentim)Movimento de consumidores no centro da Capital neste sábado (Foto: Danielle Valentim)

A 24 dias para o Natal, o horário estendido para o período de final de ano do comércio ainda não foi definido. O motivo é a falta de consenso na convenção coletiva entre empregados do comércio e os empresários que acontece anualmente e em 2018. As negociações, que se iniciaram em setembro, definem, além do reajuste salarial, as alterações de horários de trabalho.

Até o momento, 4 reuniões já foram realizadas entre os sindicatos dos empregados e o patronal para discutir os termos da negociação para o período de 01 de novembro de 2018 a 31 de outubro de 2019. Segundo informações do SEC (Sindicato dos Empregados no Comércio) de Campo Grande, os empregados aceitaram a proposta de reajuste, porém não estão de acordo com a retirada de algumas cláusulas colocadas pelo Sindicato Varejista de Campo Grande. A assessoria de imprensa do SEC não informou quais seriam as cláusulas e deve se pronunciar na próxima segunda-feira (03).

Conforme apurado pela reportagem do Campo Grande News, o SEC vai recorrer à justiça para dissídio na tentativa de homologar a nova convenção e manter os direitos adquiridos em convenções anteriores.

Em nota emitida pela Fecomércio, o gerente de relações sindicais da entidade, Fernando Camilo, afirma que a parte patronal ofereceu o índice de variação do INPC mais 20% sobre o índice, com um teto para os reajustes, e as homologações às rescisões e contribuição e taxas, de forma facultativa. Entretanto ele confirma o desacordo.  “Também houve divergência em alguns pontos de obrigações e cláusulas sociais”, diz.

Paralelamente, a ACICG (Associação Comercial de Campo Grande) e a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Campo Grande sugeriram calendários de funcionamento para seus associados. Entretanto o SEC reafirma que sem acordo na convenção coletiva, os empregados não farão horário estendido. Sobre isso, o sindicato dos empregados também deve se pronunciar na próxima segunda-feira.

Reviva Campo Grande

As obras do Reviva Campo Grande não devem ser interrompidas durante o Natal. Conforme nota enviada pela Prefeitura de Campo Grande, serviços serão executados nas ruas transversais à 14 de Julho para não atrapalhar o comércio no local. O tráfego na via está liberado.

A partir deste sábado (1), até a próxima terça-feira (4) a rua Maracaju estará recebendo serviços de drenagem. Ainda neste ano deve ser realizada a drenagem na Mato Grosso, próximo ao córrego da Ernesto e o serviço deve chegar até à Calógeras, serviços estes que serão realizados na pista que tem sentido Ernesto - centro. Também serão executadas as calçadas nas duas primeiras quadras da 14 de Julho, sentido Fernando Corrêa - Sete de Setembro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions