ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Acidente entre moto e caminhonete deixa dois em estado grave na Capital

Por Fernando da Mata e Viviane Oliveira | 01/03/2012 07:28

Colisão aconteceu cruzamento da rua Paulo Machado com a rua das Garças, bairro Autonomista

Pertences das vítimas e destroços ficaram espalhados após colisão com caminhonete (Foto: Viviane Oliveira)
Pertences das vítimas e destroços ficaram espalhados após colisão com caminhonete (Foto: Viviane Oliveira)
Moto ficou destruída (Foto: Viviane Oliveira)
Moto ficou destruída (Foto: Viviane Oliveira)

Um acidente entre moto e caminhonete deixou duas pesssoas gravemente feridas, por volta das 5 horas desta quinta-feira (1º), no Jardim Autonomista, em Campo Grande.

Segundo o Corpo de Bombeiros, as duas vítimas estavam na motocicleta. O condutor Wilson Barbosa, 45 anos, e o passageiro Everton da Silva Félix, 18 anos, foram encaminhados para a Santa Casa. Um deles quebrou as pernas.

A colisão com a caminhonete Hilux, placas de Campo Grande, aconteceu no cruzamento da rua das Garças com a Paulo Coelho Machado (antiga Furnas). Da moto, só sobrou a carcaça e a caminhonete ficou com a frente destruída após o acidente.

Segundo a Ciptran (Companhia Independente de Polícia de Trânsito), tudo indica que a moto estava na Paulo Machado e a caminhonete na rua das Garças, que é a preferencial.

Com o impacto, os dois veículos ficaram na rua das Garças. A Hilux parou a 100 metros do local. Na via, havia gasolina que vazou da moto e pertences das vítimas.

Victor Chelatka Fernandes, 22 anos, conduzia a caminhonete e não quis dar entrevista. De acordo com a Ciptran, ele se recusou a fazer teste do bafômetro e assinará termo de constatação de embriaguês, além de ter a CNH recolhida.

O delegado Thiago Macedo, plantonista da Depac Centro, confirmou que a Hilux estava em velocidade incompatível para a via e tudo indica que o condutor estava alcoolizado. Além do forte cheiro de álcool no veículo, um líquido que aparenta ser bebida alcoólica foi encontrado e o porta-copos provavelmente foi utilizado.

Frente da caminhonete destruída (Foto: Viviane Oliveira)
Frente da caminhonete destruída (Foto: Viviane Oliveira)

A Polícia Civil ainda não localizou alguma testemunha que viu o acidente. A comerciante Cléo Duarte, 48 anos, mora na esquina onde aconteceu a colisão e contou ao Campo Grande News que acordou com a pancada.

“Foi muito forte, não quis nem ver o que tinha acontecido”. Cléo reclamou que os veículos trafegam em alta velocidade na rua, principalmente de madrugada, e que o cruzamento precisa de um semáforo, pois é mal sinalizado e perigoso.

Familiares das vítimas chegaram posteriormente no local e disseram que Barbosa levava o enteado para o Exército e depois iria trabalhar.

O Corpo de Bombeiros jogou água para fazer a limpeza do local. O condutor da caminhonete foi conduzido para a Depac Centro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário