A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/02/2011 10:47

Adolescente assassinado hoje escapou de atentado em 2008

Aline Queiroz

Garoto de 17 anos recebeu cerca de seis tiros esta manhã

Adolescente faleceu no Posto de Saúde do Bairro Guanandi. Foto: João GarrigóAdolescente faleceu no Posto de Saúde do Bairro Guanandi. Foto: João Garrigó

Assassinado hoje, Bruno Felipe dos Santos, 17 anos, escapou de atentado em setembro de 2008, quando recebeu um tiro de raspão na cabeça.

Em 2008, Bruno foi baleado no Bairro Amambai e acabou encaminhado à Santa Casa de Campo Grande.

No hospital, o adolescente, à época com 15 anos, brigou com a equipe médica e recusou atendimento.

Bruno disse aos funcionários do hospital que as perguntas feitas sobre o ferimento eram “especulações” da vida dele.

Depois da confusão o adolescente deixou o hospital antes de ser atendido.

Sem detalhar o caso, o delegado responsável pelas investigações preliminares, João Reis Belo, afirma acreditar que o crime tenha ligação com o tráfico de drogas.

Bruno foi assassinado com seis tiros, quando estava em casa, na Rua Tocantins, Bairro Guanandi, em Campo Grande. O adolescente dormia, às 7h30, quando o autor chegou e chamou Bruno pelo nome.

A mãe acordou o adolescente a pedido do autor, que se identificou como Marcelo.

Bruno reclamou à mãe que o autor o acusava de roubar uma moto.

A mãe de Bruno foi para o trabalho e deixou o adolescente com o autor na casa.

O adolescente foi atingido por aproximadamente seis tiros, socorrido e não resistiu aos ferimentos.

Ele faleceu no Posto de Saúde do Bairro Guanandi.

Bruno tinha passagem pela Polícia por infrações de trânsito.

Adolescente é baleado e morre no Posto de Saúde
Circunstâncias do crime não foram esclarecidas até o momentoBruno Felipe dos Santos, 17 anos, morreu após ser baleado esta manhã.Ele deu entrada no ...
Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


o guri já tinha passagens pela policia, e pelo visto tinha envolvimento com tráfico de drogas, acredito que boa pessoa não era, este é um dos destinos para quem pega esta estrada , o outro é a cadeia
 
HIlton da cruz em 18/02/2011 12:28:43
Como pode uma pessoa atirar, a sangue frio, aproximadamente 6 tiros por uma banalidade?
 
Paulo Roberto Sampaio Bezerra em 18/02/2011 11:16:04
Em campo grande e no Brasil, esta faltando politicas publica para os jovens, pois ficam na rua sem nenhuma perspectiva de vida que da estimulo a nao ser o crime que é a opçao mais fácil, por isso peço aos nossos representantes que façam projeto para envolver os nossos jovem em politicas de incetivos , na musica, teatro, cursos profissionalizante , incentivos aos pais, incentivos aos jovem , que vai acabar jovens ociosos sem ter o que fazer e só aprendendo coisas errada , se o governo investisse nisso, era menos carro de policia, menos cadeia, menos agente, ou seja economizaria na justiça.
 
osvaldo alves pinto em 18/02/2011 02:06:46
Respeito a opnião do Paulo, porem considerar trafico de drogas ou algo mais como banalidade é pesADO DEMAIS, O PROBLEMA É QUE ENTROU NESSE MUNDO NÃO TEM VOLTA, É CADEIA OU CEMITERIO.
Obs- Salvo rarissima excessões.
Obrigado
 
Vanderley Batista Gomes em 18/02/2011 01:50:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions