A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/07/2014 11:28

Além do 1º grande supermercado, morador festeja obra de compensação

Filipe Prado
Com a chegada da rede de supermercados, várias ruas ganharam pavimentação asfáltica (Foto: Cleber Gellio)Com a chegada da rede de supermercados, várias ruas ganharam pavimentação asfáltica (Foto: Cleber Gellio)

Além da chegada da primeira grande rede de supermercados, muitos moradores do Bairro Parati comemoram os benefícios adquiridos com a chegada do novo empreendimento. Várias ruas que ficam no entorno do supermercado foram asfaltadas como compensação da obra que causou um grande impacto no bairro.

O Comper que está sendo construído no cruzamento da Rua da Divisão com a Avenida Graça Aranha ainda não tem prazo para a inauguração, conforme assessoria de imprensa, mas já está com as obras avançadas, com isso algumas ruas como Lírio dos Campos, Alterosa e Tropical começaram a ser asfaltadas.

“Isso é ótimo. Estávamos esperando há 26 anos”, festejou a operadora de caixa Delma Cardoso, 49 anos, que com orgulho contou que conseguiu um emprego no supermercado. “É um sonho realizado”, admitiu.

Ela ficou 26 anos com as janelas fechadas e precisando lavar o quintal todos os dias, por conta da grande quantidade de poeira que a falta de pavimentação causavam. “Aqui era horrível. Nos dias de chuva eu tinha que andar com sacolas nos pés”, revelou.

A aposentada Zilda Ramos Gamarra, 66, mora no bairro há 14 anos e agora, com o asfalto quase pronto, comemorou o benefício. “Foi a melhor coisa que fizeram. Quem não gosta?”, garantiu.

Ainda sem rede de esgoto, a aposentada tem esperanças de que o benefício ainda chegue "o mais rápido possível" ao bairro e afirmou que o supermercado ajudou a chegada da pavimentação ao Parati.

Agora asfaltadas, com supermercados, banco e lotérica próximos, as casas ficaram mais valorizadas. “Com certeza minha casa está valendo mais de 80% do que antes”, constatou Delma.

Delma ficou contente com o asfalto e ainda conseguiu um emprego no mercado (Foto: Cleber Gellio)Delma ficou contente com o asfalto e ainda conseguiu um emprego no mercado (Foto: Cleber Gellio)

Mas alguns moradores, que preferem um tom mais pessimista, afirmaram que não foram beneficiados pelo asfalto ou que a nova pavimentação irá trazer prejuízos para a população. “Na minha casa não passará asfalto. Não fui beneficiada”, afirmou a dona de casa Maria Pires da Silva dos Santos.

Já a comerciante Katarina Flores, 50, contou que vários motociclistas começaram a fazer rachas e manobras no asfalto recém colocado no bairro. “Nem bem fizeram o asfalto e já querem se matar”, questionou.

A comerciante mora há 32 anos na região e revelou já estar acostumada com a falta de pavimentação do Parati e agora espera a rede de esgoto chegar ao bairro.

Conforme o secretário do Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Semy Ferraz, o asfalto possivelmente foi financiado pelo supermercado, pois sempre que um grande empreendimento chega em uma bairro é firmado um estudo de impacto de vizinhança, determinando a pavimentação.

Zilda comemorou o bairro e agora espera a rede de esgoto no Parati (Foto: Cleber Gellio)Zilda comemorou o bairro e agora espera a rede de esgoto no Parati (Foto: Cleber Gellio)
Vários ruas do bairro já estão com asfalto quase pronto (Foto: Cleber Gellio)Vários ruas do bairro já estão com asfalto quase pronto (Foto: Cleber Gellio)
Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions