A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

08/07/2019 17:23

Alvo de operação foi preso com munição escondida no quarto da filha

Nesta manhã equipes da Polícia Militar, Gaeco e Corregedoria da Polícia Civil cumpriram 27 mandados em Campo Grande e Aquidauana

Geisy Garnes e Clayton Neves
Equipes do Gaeco na 1ª Delegacia de Polícia Civil (Foto: Equipes do Gaeco na 1ª Delegacia de Polícia Civil (Foto:

Um dos alvos da Operação Balcão de Negócios, realizada na manhã desta segunda-feira (8) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado), foi flagrado com munições calibre 28 escondidas no quarto da filha. O comerciante Edson da Silva Barros, de 48 anos, foi preso no Bairro Nova Aquidauana, no município a 135 quilômetros de Campo Grande.

Conforme apurado pelo Campo Grande News, policiais militares foram à casa de Edson para cumprir mandados de busca apreensão e também prisão temporária (válida por cinco dias), expedidos pela 7ª Vara Criminal da Capital. Em buscas pelo imóvel, eles encontraram quatro munições calibre 28 escondidas em cima do guarda-roupa da filha do suspeito, que não teve o nome e a idade divulgados.

Em depoimento, o comerciante alegou que não sabia sobre as munições e nem a quem elas pertenciam. Além de ser preso temporariamente, Edson foi autuado em flagrante por posso irregular de arma de fogo de uso permitido na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana.

Nesta manhã equipes da Polícia Militar, Gaeco e Corregedoria da Polícia Civil cumpriram 27 mandados – 12 de prisão preventiva, quatro temporária e 11 de busca e apreensão – em Campo Grande e Aquidauana.

A operação investiga crimes de organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas, de armas e corrupção policial. Nas ações desta segunda-feira foram presos dois policiais civis, identificados como Gil Emerson Vasconcelos Santana e Paulo César dos Reis, lotados na 1ª Delegacia de Polícia de Aquidauana.

Nesta manhã também foram presos Matheus Oliveira, filho da advogada Mary Stella Martins de Oliveira, o perito forense aposentado e advogado Aires Batista Vilalba, e o empresário Grenerson Rodrigues dos Santos. As equipes também apreenderam 23 armas, documentos e diversas munições durante as buscas.

Furto cocaína - As ações ainda prenderam a advogada Mary Stella e o marido dela Ronaldo Oliveira. Os dois já estavam detidos desde o mês passado pelo envolvimento com o sumiço de 101 quilos de cocaína da 1ª DP da cidade. A investigação do crime também resultou com a prisão do delegado Eder Oliveira Moraes.

Segundo informações apuradas pela reportagem, o investigador Paulo César também está envolvido no furto da cocaína de dentro da delegacia. O caso aconteceu no dia 6 para 7 de junho e terminou na prisão de 12 pessoas pela Corregedoria de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions