A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/01/2014 10:08

Antes de ser encontrado morto, açougueiro disse que foi envenenado

Graziela Rezende

O açougueiro Jose Odézio Gomes da Fonseca 41 anos, foi encontrado morto na noite de ontem (20), em sua casa na rua Gutemberg, centro de Campo Grande. A Polícia Civil investiga a hipótese de envenenamento ou latrocínio (roubo seguido de morte). O colega de trabalho é o principal suspeito do crime.

Em depoimento, a patroa diz que a vítima se envolveu em uma discussão com um colega no sábado (18). Na ocasião, José comentou que estava passando mal e acreditava que havia sido envenenado. No domingo e ontem, ele não foi trabalhar e a testemunha estranhou o sumiço.

Acompanhada de um funcionário, a patroa foi a casa da vítima e constatou que a luz da cozinha estava acesa. Ela então acionou a Polícia e eles arrombaram a porta. José estava deitado no quarto, de bruços, enrolado em cobertas. A perícia foi acionada e constatou uma lesão na cabeça da vítima.

No imóvel, os peritos ainda verificaram que o local havia sido limpo. No entanto, manchas de sangue foram encontradas no sofá e encaminhadas para análise, juntamente com restos de comida por conta da reclamação de José.

José ainda possuía um veículo Gol cinza, placa HTI 7516, que não foi localizado, assim como R$ 1,8 mil que ele havia recebido. Dentro da casa, uma televisão LCD da vítima também não foi encontrada.

José é natural de Itapipoca (CE) e não tinha antecedentes criminais. A Polícia registrou o caso nesta madrugada (21) e encaminhará para a Defurv (Delegacia Especializada de Repressão ao Furto e Roubo de Veículos).



oi, gostaria que vcs mantivesse em formação sobre esse caso, nós queremos justiça...
 
pedro gomes em 27/01/2014 17:14:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions