A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

15/03/2013 06:26

Antes de ser executado a tiros, homem foi agredido a pauladas

Polícia acredita que motivo do crime seja dívida de drogas e suspeito já está identificado

Paula Maciulevicius

O homem de 33 anos, que morreu na noite de ontem atingido por dois tiros, foi agredido antes dos disparos. Julio César de Souza Gonzales era usuário de drogas. Segundo a Polícia, antes de ser assassinado, ele foi agredido com pedradas e pauladas no Jardim Montevidéu. Ele apanhou de dois rapazes que estavam com o autor dos disparos.

O autor, que já está identificado, ainda não foi preso. Ele disparou três tiros contra a vítima e dois deles acertaram Julio, nos braço esquerdo e nas costas. O homem morreu antes que o socorro chegasse.

Conforme a Polícia, a motivação do crime seria dívida de drogas. Ontem à noite, informações iniciais indicavam que houve tiroteio, no entanto o fato não foi confirmado pela Polícia Civil.

O crime aconteceu às 21h35, na rua Coata. Segundo testemunhas, Julio César tentou fugir das agressões e entrou na casa de um vizinho. O dono da casa tentou interferir na briga, quando o rapaz atirou. Julio morreu dentro do quintal da residência.

Equipes do Tático do 9º Batalhão da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil seguem em buscas pelo autor, conhecido como ‘Juriti’. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions