A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/11/2012 08:45

Após ser expulso, agente penitenciário faz disparos em casa noturna

Testemunhas contaram à Polícia que intenção do servidor era matar segurança

Nadyenka Castro
Pistola e identidade funcional do agente penitenciário. (Foto: Rodrigo Pazinato)Pistola e identidade funcional do agente penitenciário. (Foto: Rodrigo Pazinato)

O agente penitenciário Paulo Sergio da Rocha, 30 anos, atirou em frente à Valley Pub, em Campo Grande, na madrugada desta quinta-feira após ter sido expulso do lugar. De acordo com o delegado Camilo Kettenhuber Cavalheiro, o servidor foi autuado em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e disparo e para sair da prisão precisa pagar fiança de R$ 5 mil.

Conforme o delegado, testemunhas contaram que o agente se envolveu em uma briga na casa noturna antes da 1 hora, foi expulso do local e ao tentar retornar, atirou. Paulo Sérgio diz que estava indo embora, foi abordado e por estar sob ameaça de morte, fez o disparo.

A confusão começou quando o servidor discutiu com o acompanhante de uma jovem com a qual ele já havia tido relacionamento amoroso. Seguranças o expulsaram, ele foi até a camionete dele, pegou a pistola calibre 380, tentou entrar na casa e, como não conseguiu, atirou.

A munição bateu no chão e parte dos fragmentos atingiram a parede da frente do estabelecimento. Ninguém foi atingido, mas, quem testemunhou a cena sentiu medo. “Tinha muita gente.Causou pânico nas pessoas”, relatou o delegado.

Testemunhas declaram que a intenção do agente penitenciário era encontrar o segurança que o expulsou. ““As testemunhas afirma que ele se tivesse encontrado [ o segurança] com certeza teria acontecido coisa pior”, diz Camilo Cavalhero.

Após o disparo, o servidor fugiu do local e foi preso pela PM (Polícia Militar) quando chegava na casa dele, no Jardim Leblon.  Ele estava visivelmente embriagado, de acordo com a Polícia. Junto ao pé dele, na camionete, estava a pistola, com 13 munições intactas, mais uma na câmara. No veículo havia ainda uma caixa de munições com 20, todas intactas.

Sérgio confirmou à Polícia Civil que fez o disparo , mas contou versão diferente da relatada por quem presenciou a situação. Segundo ele, quando ia embora, foi abordado por dois rapazes que chutaram a camionete e disseram que eram de facção criminosa. Por causa disso, desceu do carro e atirou.

Foi feita perícia no local da confusão e o projétil foi recolhido. A pistola será submetida à análise pericial. Sérgio tem porte da arma, mas, o documento está vencido desde março.

Advogado do agente, Marcelo Radaelle diz que Sérgio tem recebido ameaças de morte. Ele afirmou que a fiança será paga.

Funcionários da casa noturna afirmaram que Sérgio constantemente causa confusão na casa, se identifica como policial e é sempre o último a ir embora.

Agente penitenciário dá tiro em frente a casa noturna e acaba preso
Um agente penitenciário deu um tiro na frente da casa noturna Valley Pub no início da madrugada desta quinta-feira, na Capital. O rapaz alega que ati...
Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...
Prefeitura e Sebrae fazem estudo em lojas para revitalizar rua 14 de Julho
A prefeitura de Campo Grande a o Sebrae de Mato Grosso do Sul estão realizando na rua 14 de Julho, Centro da cidade, um estudo técnico em 230 lojas, ...


Filipe Alberto Me desculpa se a situação financeira do agente te incomoda pois todos temos direito de trabalhar em vários serviços vc sabe a situação da família dele???? então não fale o que vc não sabe, o agente se defendeu hoje temos seguranças de clubes achando que são policias não tem formação e tratam as pessoas como se devêssemos favor a elas e esquecem que somos seres humanos e queremos respeito espero que o agente saia logo dessa situação pois não vi nada de errado em se defender, até porte de arma ele tem, e estava vencido a pouco pior e esse povo que anda com arma sem nenhum tipo de registro e ficam ai se achando. Prestem muita atenção ao redor da sociedade antes de falar de alguém.
 
saulo figueredo alves em 07/11/2012 10:18:56
querido colega Paulo, nós aqui de coxim, esperamos que você resolva este incidente e que a verdade seja esclarecida, abraços de Feitosa,Lucílio e eu.
 
kimiko de freitas em 03/11/2012 12:46:59
Gente, Claro que não justifica o que ocorreu, mas tenham certeza de que o Paulo não é bandido, e sim um cara trabalhador e honesto, muito melhor do que muita gente que o conhece inclusive, e que tem inveja dele, e que além disso, nunca conseguiram sair do lugar e crescer na vida.
Para aqueles que acham que ele vai cair diante de tal situação, sinto muito, pois ele não deve nada a ninguém, apenas agora a justiça.
E aos críticos que não olham para o próprio umbigo, espero que sejam pessoas 100% integras e que nunca tenham errado na vida, ao contrário, calem a boca e cuidem de suas vidas.
 
Denis Pereira em 02/11/2012 20:07:27
primeiramente, Mariana , se a pessoa tem o seu porte e o seu registro de sua arma , concerteza normal ela é, se pessoa estuda e passa em um concurso de nivel superior, vagabunda ele tambem nao é, entao segura a sua revolta e diriga ela a quem realmente merece.
e axo que primeiramente se queremos mudar alguma coisa deveriam comecando mudando pela seguranca dos bares e boates da cidades, que colocam qualquer desqualificado que muitas vezes nao possuem nem ensino fundamental para fazer a seguranca do local, e por ai comeca as brigas e confusoes que vem acontecendo por ai, por que esses desqualificados tiram as pessoas das festas como se fossem bandidos e vagabundos, entao se querem ver mudanca o melhor é comecar por ai.
 
Ricardo Franco em 02/11/2012 20:04:39
Engraçado, quando um doido bêbado atira por aí, colocando vidas em risco, ele é marginal, vagabundo,bandido, fala-se em pena de morte, em justiça com as próprias mãos e todas as outras revoltas possíveis. Muito bem, compreende-se. Porém, nesse caso, esse sujeito já é chamado de CIDADÃO!? Ao amigo que viu as cenas e diz não ter sido como a imprensa nos mostra,nem como as pessoas no local viram, demorou para depor frente um delegado!
Já é hora de mudarmos nossa mentalidade e exigirmos justiça para TODOS, sem exceção. Nada justifica dar tiros com direção às pessoas, muito menos uma profissão, um cargo, um status, um "pití" enquanto estou bêbado.....
 
Mariana Matos em 02/11/2012 11:14:45
Mais um dos muitos casos em que policiais, agentes penitenciários e outros se prevalecem de suas funções, se sentindo autoridades intocáveis, acima do bem e do mal. Na verdade a lei deveria ser ainda mais rígida justamente com eles, que deveriam ter por obrigação a proteção e segurança da nossa sociedade. Será que essas pessoas passam por alguma análise de equilíbrio psicológico? Pois cada vez mais tem parecido totalmente descontrolados. E ainda pagamos por suas armas, fardas, caminhonetes de luxo, e também, sua fiança !!!!
 
Mariana Matos em 02/11/2012 10:59:16
Robsom avila, pare e pense cidadaõ, se o cara é agente penintenciario estadual, por qual motivo ele sonharia em se rebaixar , de um concurso de nivel superior para um concurso de nivel medio e com remuneraçao inferior a dele ?????
se nao sabe o que falar, se cale . E cuiada da sua vida.
e eu estava no local no fato e as coisas nao aconteceu bem da forma que a imprensa esta colocando condenando o cidadao.
 
Ricardo Franco em 02/11/2012 10:57:35
Felipe alberto, axo interessante é a sua inveja, de ser um derrotado, que pensa pequeno e nao é capaz de ter as suas coisas e julga a dos outros.
Pra julgar e criticar isso e facil para todos.
 
Carlos ricardo coelho em 02/11/2012 10:40:49
Cadê os coleguinhas policiais para defender esse talzinho????? sumiram?? policiais adoram defender uns aos outros.
 
MARIVALDO ABDIAS em 01/11/2012 23:06:17
É uma situação muito delicada. Pois esse servvidores pensa que são o tal e faz esse tipo de ação, como ocorreu dentro de um onibus entre bodoquena e Campo Grande na data de ontem, Um homerm com identificação policial civil entra no onibus armado o motorista do onibus não fala nada, e se essa identificação é falsa e se esse suposto policial é um bandido. como que ficamos, como na Agenciua penitenciaria feminino que tem Agente se identificando colm Policial fica dando cheque sem fundo para fazer festa de filha. São muito caloteros e abusados so porque trabalha em uma intuição estadual e se esqueçe que quem paga o salarios dele somos nos contribuinte..
 
Wellington Pavilosque em 01/11/2012 22:13:41
interessante um agente penitenciário ESTADUAL ter condição financeira de comprar uma camionete Toyota Hilux de mais de 120 mil reais....Pagar fiança de 5 mil....
 
Filipe Alberto em 01/11/2012 21:48:33
soh respondendo ao rafael abdalla....."maneirada" é o escambau, esse cidadão tem q ser expulso, antes q cause uma morte ai por causa da "bebida".....
 
jose flores em 01/11/2012 20:20:00
Seja qual for a profissão sempre vai ter o linha torta. pode ser médico, enfermeiro, policial, advogado, politico, pedreiro qual for. a questão é se fez coisa errada tem que ser analisada e condenada.
 
Anderson de Oliveira em 01/11/2012 16:33:40
Esses tipos de pessoas tem que ser expulso de suas atividades pois não tem controle metal.
 
Ewerton Araujo em 01/11/2012 10:42:34
E paulão, num muda mesmo, fiz academia da agepen com esse colega em 2008, conheço seu perfil, a unica resposta para esse fato é a bebida mesmo, paulão, da uma manerada rsrs
 
rafael abdalla em 01/11/2012 10:24:33
Se a pessoa está bebada e atropela outra é autuada por homicidio doloso. Agora a pessoa está bebada, tenta matar o segurança e é autuada por porte e disparo de arma de fogo. Sr. Delegado, vamos rever essa tipificação
 
Marcelo Amorim em 01/11/2012 10:23:31
O sonho desse Agente pateta é ser Policial...Jamais será! tem muita gente por ai que para entrar armado em boates noturnas se apresentam com policial Militar ou Cívil e os seguranças do local nem pedem as funcionais para confirmar, isso ainda vai dar dor de cabeça....
 
Robson Avila Santos em 01/11/2012 10:16:56
o mal deve ser cortado pela raiz não se deve permitir um cidadão como esse se achar no direito, porque tem uma instituição que representa que pode tirar armas ameaçar e depois como aconteceu matar covardemente, lembre que devem zelar pelo orgão publico que representa, que são pagos por cidadaos de bem, quer entrar pra bandidagem tirem a farda.
 
julio fretes em 01/11/2012 10:04:25
Coloca na cadeia por flagrante de dirigir embriagado. A porta de arma va dar muito discussão e a final vai dar em nada. Mas não vai ter como negar que dirigiu embriagado. Multa de R$ 957 pelo menos...
 
Marcos da Silva em 01/11/2012 09:39:48
Mais um caso de servidor público da área de segurança, sem noção, despreparado e armado.
 
João Vitor dos Santos em 01/11/2012 09:38:07
Abusado,baderneiro e mentiroso, de tanto conviver com bandidos ,ficou igual.
 
Lucas da Silva em 01/11/2012 09:29:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions