ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Artesãos denunciam apreensão de produtos e fecham Afonso Pena

Por Vinícius Squinelo e Zana Zaidan | 16/12/2013 17:55
Tumulto entre 14 e Afonso Pena, via foi fechada pelos artesãos e PM tenta negociar passagem dos carros (Foto: Cléber Gellio)
Tumulto entre 14 e Afonso Pena, via foi fechada pelos artesãos e PM tenta negociar passagem dos carros (Foto: Cléber Gellio)

Um grupo de artesãos bloqueia neste momento a esquina da avenida Afonso Pena, com a rua 14 de Julho. Eles acusam fiscais da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) que, escoltados pela Guarda Municipal, apreenderam os produtos que estavam vendendo, e até bens pessoais. Há relatos de que a ação contou com guardas portando armas de fogo, ação ilegal.

O protesto reúne um grupo de 20 artesãos, e causou tumulto de aproximadamente 100 pessoas, entre populares e apoiadores da causa. O trânsito do Centro se transformuo em um verdadeiro caos nesta hora de rush. Além dos artesãos, o movimento recebe apoio de populares, que passavam pela via e aderiram ao protesto.

“Estamos nos sentindo roubado”, disparou Jeferson José, 54 anos, que comercializada na Praça Ary Coelho. “A praça é livre, não podem fazer isso com a gente”.

Os artesãos denunciaram que a ação da Semadur e da GM foi sem aviso. Eles alegam que os guardas municipais apontaram arma de fogo para conseguir apreender os produtos. Pela lei orgânica municipal, a GM campo-grandense não tem permissão para o porte de arma.

A Polícia Militar foi chamada e tenta negociar com os artesãos. O objetivo é que eles tenham acesso aos produtos apreendidos, que foram encaminhados para a sede da Semadur. O tático do 1º BPM (Batalhão da Polícia Militar) está no local dando apoio.

Não há relatos de confrontos ou qualquer tipo de violência durante o protesto.

O protesto, que aconteceu na hora do rush, deixou trânsito tumultuado na região do Centro (Foto: Cleber Gellio)
O protesto, que aconteceu na hora do rush, deixou trânsito tumultuado na região do Centro (Foto: Cleber Gellio)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário