A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/09/2014 08:30

Assaltos próximo a escolas aterrorizam moradores de dois bairros da Capital

Filipe Prado

Uma onda de assaltos está deixando os estudantes de escolas particulares e públicas, no Jardim Paulista e TV Morena, aterrorizados. Somente na semana passada foram três assaltos nos horários de saída dos alunos, por volta do 12h.

O empresário Mauro Caldeira, 63 anos, possui uma padaria em frente a uma destas escolas. Ele contou que os roubos estão acontecendo há três semanas e sempre por homens pilotando motos. “Eles estão aterrorizando todo mundo”, afirmou.

Como de costume, os alunos não saem nos horários de intervalo, mas a atenção redobrou. “A gente não sai mais, fica dentro da escola”, revelou a estudante P.P., 14.

O colega de P., R.R., 15, contou que o assaltante percorria os arredores da escola com uma moto Titan vermelha e já assaltou três alunos esta semana. “Ele já chega enquadrando a pessoa. A última vez foi na esquina da escola”, apontou.

Mas não são somente os alunos que foram prejudicados com os roubos. Mauro acrescentou que os moradores da região também estão sendo assaltados. “Um homem veio passear pela região e deixou a bicicleta dentro da casa de um amigo. Quando perceberam tinha uma pessoa dentro da casa levando a bicicleta”.

A onda de assaltos também está prejudicando os moradores do Jardim Paulista e TV Morena (Foto: Marcelo Victor)A onda de assaltos também está prejudicando os moradores do Jardim Paulista e TV Morena (Foto: Marcelo Victor)

Mesmo sendo em um período mais distante, há cerca de dois meses, Martha Jussara Arias, 28, disse que a ex-moradora da casa onde mora atualmente, decidiu sair da residência por conta dos assaltos na região. “Entraram aqui e levaram DVDs e algumas joias, então decidiu sair”, contou.

Conforme o diretor de uma das escolas os roubos aconteceram próximo ao Terminal Morenão, mas mesmo assim eles tomaram algumas precauções. “Os alunos eles esperam os pais dentro da escola e falamos para eles pegarem o ônibus na Avenida Eduardo Elias Zahran”, assegurou.

O diretor ainda afirmou que o policiamento nos bairros foi reforçado e que o assaltante já foi preso pela polícia, mas as precauções continuam. “Esse foi um problema de segurança pública e que foge da cobertura da escola, porém continuamos com as adequações”, comentou o diretor.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions