ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEXTA  05    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Até quarta, prefeito decide se parcela ou não salário de servidores

Queda na arrecadação de impostos foi de 80% depois que pagamento dos tributos foi prorrogado até 6 de abril

Por Lucia Morel e Clayton Neves | 30/03/2020 16:36
Marquinhos Trad confirma que para maio, escalonamento será inevitável. (Foto: Henrique Kawaminami)
Marquinhos Trad confirma que para maio, escalonamento será inevitável. (Foto: Henrique Kawaminami)


Com queda de 80% na arrecadação do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) e do ISS (Imposto Sobre Serviços), devido prorrogação do pagamento até 6 de abril, a prefeitura de Campo Grande não descarta possibilidade de parcelar o pagamento dos servidores municipais e definirá isso até quarta-feira.

A prorrogação ocorreu para evitar que houvesse aglomeração de pessoas nos bancos ou locais de pagamento dos impostos durante as ações de enfrentamento do novo coronavírus.

O prefeito da Capital, Marcos Trad (PSD), informou que o parcelamento deve ocorrer a partir de maio, mas que até a próxima quarta-feira, será definido se o salário de março será parcelado, ou não.

“Uma coisa é certa: com a suspensão do ISS e IPTU, já caiu em 80%. Pra esse mês nós vamos ver se vai pagar tudo ou se vai começar a parcelar. Essa é a minha primeira decisão. Já para o futuro, com certeza vai ter que escalonar. Não tem o que fazer”, disse.