A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

21/06/2019 11:12

Atraso em repasse de verba prorroga obras do Anel Viário em um ano

Prefeitura aguarda repasse de R$5 milhões para concluir obra que liga o município de Rochedo, distrito de Rochedinho e a BR-163

Mirian Machado
Obras no anel viário extrapolam prazo e ainda podem ser paralisadas (Foto: Henrique Kawaminami/ Arquivo)Obras no anel viário extrapolam prazo e ainda podem ser paralisadas (Foto: Henrique Kawaminami/ Arquivo)

As obras do anel viário de Campo Grande, que fazem parte do programa “Chave de Ouro” deveriam terminar no primeiro semestre de 2019, mas devem atrasar um ano. Ainda são necessários R$ 5 milhões que deveriam vir do Governo Federal, mas não há previsão para o repasse. Conforme o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, a falta de dinheiro deixa ao trabalho bem mais lento.

Por isso, para fechar a última etapa de Campo Grande, de ligação entre as saídas de Cuiabá (BR-163) e Rochedo (MS-080) o convênio foi prorrogado até maio de 2020. "Eles repassando o recurso, esperamos concluir até lá", diz.

A dificuldade para o término eram três rotatórias que seriam construídas ao longo da rodovia, já estão sendo construídas. Duas delas, na MS-080 e na MS-010, na saída para o distrito de Rochedinho e município de Rochedo.

A outra rotatória que deverá ser feita na BR-163 está em análise. “Já apresentamos o projeto para a CCR MS Via que ainda está analisando”, explicou.

O secretário reforça que o término das obras depende agora do recurso que o governo federal ainda não mandou. “O dinheiro que ainda temos dá para trabalharmos dois meses. Se até lá o governo [federal] não mandar, as obras podem ser paralisadas”, afirma.

Durante a etapa do “Chave de Ouro”, a obra teve aditivo de R$ 9,5 milhões e o projeto da rotatória com a BR-163 foi refeito para comportar o fluxo de pista dupla. Originalmente, foi concebido para uma pista simples.

A obra, conduzida pela prefeitura de Campo Grande, trata-se de um trecho de 4 quilômetros. A execução começou em 2011, com orçamento inicial de R$ 27 milhões.

Até agora, as construções já utilizaram R$ 21,9 milhões. A obra passou por interrupções e foi retomada apenas em outubro de 2017. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions