A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

03/08/2018 09:10

Aumenta número de famílias endividadas em Campo Grande

Os dados do mês de julho mostram um crescimento de 6,4% de endividados em Campo Grande

Geisy Garnes

O número de famílias endividadas em Campo Grande sofreu um aumento de 6,4% no último mês. Segundo dados da PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor), julho fechou com 174.271, enquanto em junho foram contabilizadas 163.783 famílias endividadas.

Os dados divulgados pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) mostram ainda um aumento de 3,19% no número de famílias com contas em atraso e de 8,41% para àquelas que se consideraram inadimplentes.

A pesquisa ainda apontou que o cartão de crédito continua sendo o vilão do endividamento, sendo a causa das dívidas em 60,9% das famílias entrevistas. Os carnês aparecem em segundo lugar, com 26,9%, seguido dos financiamentos de casas, com 12,8% e de carros, com 6,6%.

Ainda segundo a pesquisa, 59,7% das famílias da Capital possuem conta em atraso, desses, apenas 15,6% confirmaram que pagariam a dívida inteiramente no próximo mês. Os outros 23,1% dos entrevistados alegaram que pagarão a dívida parcialmente e 47,6% que não conseguiriam acertar as contas em agosto.

“Embora não necessariamente o endividamento implique na inadimplência, os indicadores do mês de julho trouxeram algumas preocupações, pois com o aumento do endividamento veio também o crescimento das contas em atraso e inadimplência. Por isso, indica-se para este semestre cautela e maior planejamento orçamentário”, avalia o presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Fecomércio-MS, Edison Araújo.

Para isso, a Fecomércio divulgou algumas dicas aos consumidores: Desenvolva um planejamento orçamentário, ou seja, escreva todas as despesas previstas para o mês. Com o saldo restante você conseguirá identificar quanto da renda poderá comprometer com dívidas, compras a vista e poupança.

Faça uma lista de prioridades dos bens ou serviços a serem adquiridos; pesquise preços; prefira o pagamento a vista, há maior poder de barganha nas negociações; já estando inadimplente, tente a renegociação da dívida com taxas de juros mais atrativas e parcelamento que caiba no planejamento orçamentário. Compare as modalidades de endividamento e veja qual é a melhor opção para o pagamento.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions