A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

06/12/2014 18:01

Avião pode ter caído minutos depois da decolagem

Vania Galceran
Monomotor não explodiu. (Foto: Lucimar Couto)Monomotor não explodiu. (Foto: Lucimar Couto)


De acordo com as primeiras informações da Polícia Civil, o avião Cesna 206 que caiu hoje pela manhã, pode ter acontecido logo após a decolagem, durante uma tentativa de pouso forçado. A aeronave decolou do aeroporto municipal com destino à fazenda do advogado Marco Túlio Murano Garcia, em Aquidauana, que fica a 131 quilômetros da capital.


O acidente aconteceu na fazenda Botas, em uma área de difícil acesso. Os proprietários da fazenda disseram a equipe do campograndenews que o filho do dono da fazenda estava sozinho quando percebeu uma queda de energia por volta das 7 da manhã em seguida ouviu e telefonou para avisar o pai. 


A primeira equipe de segurança a chegar ao local do acidente foi o Esquadrão Pelicano, da Base Aérea de Campo Grande. Em seguida, o Corpo de Bombeiros, mas sem os equipamentos necessários para retirar os corpos que ficaram presos as ferragens.


Os corpos foram retirados pelos bombeiros e levados pelo helicóptero da Polícia Civil até o hangar do governo do estado, no Aeroporto Internacional de Campo Grande e depois levados ao Instituto Médico e Odontológico Legal (Imol).
O delegado Wilton Villas Boas que cuida do caso disse que o pode ter sido uma tentativa de pouso forçado pela posição em que o monomotor ficou no local do acidente e que apesar do impacto, não houve nenhuma explosão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions