A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

31/01/2012 10:55

Bandidos disparam cerca de 30 tiros em assalto a loja no Tijuca

Francisco Júnior e Fernando da Mata

Duas pessoas foram baleadas

Marca de tiro ficou na parede de loja. (Foto: Marlon Ganassin)Marca de tiro ficou na parede de loja. (Foto: Marlon Ganassin)

Cerca de 30 tiros foram disparados durante assalto a loja de móveis de usados na noite de ontem, no Jardim Tijuca, em Campo Grande. A informação é de um funcionário do estabelecimento, que preferiu não se identificar. Ele presenciou toda a ação.

Os bandidos chegaram ao local por volta das 22h30. A loja, que fica na avenida Panambiverá, ia ser fechado. Havia cerca de seis pessoas. A dupla anunciou o assalto do outro lado da calçada.

Eles mandaram o proprietário entregar uma corrente e as chaves de um veículo Picape Montana. Após abordagem, algumas pessoas saíram correndo e os assaltantes começaram a atirar. “Foram de 25 a 30 tiros”, disse o funcionário.

Os tiros acertaram a parede da loja e a Montana. “Meu carro ficou destruído”, disse o proprietário da loja.

Duas pessoas acabaram baleadas: Eder Vaz Rodrigues, de 26 anos, funcionário da loja, e Thais Sialho Gomes, 21 anos.

A dupla fugiu do local levando alguns documentos e a chave de um caminhão de uma das vítimas.

O proprietário disse que durante à tarde um dos bandidos esteve na loja, antes de cometer o assalto.

As vítimas que foram atingidas pelos tiros foram socorridas por uma equipe do Corpo de Bombeiros até a Santa Casa. O rapaz, atingido por três tiros, passa por cirurgia na manhã de hoje e a jovem aguarda vaga no centro cirúrgico. O hospital não divulgou o estado de saúde deles.

A Polícia ainda não tem pistas sobre os bandidos.

O caso será investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


um assalto com bandidos armados com pelo menos cinco revolveres ou uma metraca,disparando 30 tiros é pra dar medo mesmo.como passaram despercebido com esse armamento todo?estamos mesmo todos em perigo.
 
Luis Antonio da Silva em 01/02/2012 01:41:54
isso ai que as autoridades querem mesmo, pois quando esses bandidos se deparam com policiais e sao baleados e mortos, o Ministerio Publico logo denuncia os policiais e estes tem que tirar dinheiro para alimentaçao de sua familia para pagar advogados, a maioria dos policiais estao desmotivados por culpa dos "Super Promotores" que de seus escritorios pedem a condenaçao dos policiais, ai o resultado.
 
luis carlos em 31/01/2012 12:33:05
Essa regiao esta tento assaltos e disparos de arma quase todos os dias.......Quem atende a essa regiao, sao o policiais la da coophavila.....E la eles tem 1 (uma) viatura, e 3 motos, para atender uma regiao com mais de 20 bairros!!!!!!
 
Marcos Roberto em 31/01/2012 12:12:21
Até quando teremos que ver este tipo de coisa ? Marginais, bandidos... Um absurdo isso. Cada dia que passa nosso país, nossa cidade, está piorando. Alguma coisa drástica precisa ser feita.
 
Rodrigo Godoy em 31/01/2012 11:25:18
fazer o que nos somos os culpados, quando a policia age achamos que ela é truculenta quando demora a agir achamos que ela é omissa, acho que se neste momento JESUS CRISTO descesse na terra para corrigir o que esta errado seria crussificado novamente temos que abrir os nossos olhos e deixar a policia agir do modo antigo e temos que banir o tal de direitos humanos.
 
marcos gomes em 31/01/2012 06:36:54
Da mesma forma que o comércio local cresce, porque a região está favorável, crescem os riscos desses trabalhadores pagarem com suas vidas pela impunidade de quem não quer saber de nada com o TRABALHO.
Vou ser sincera: tenho saudades dos tempos da TORA, em que bandido era corrigido do jeito que merecia e vivia com medo de pisar na rua para não cruzar com "uzôme".
Agora o medo ficou para nós.
 
Laura Costa em 31/01/2012 03:01:37
Parte do Jardim Tijuca se transformou, estruturalmente, em um outro bairro nos últimos três anos. Muitas melhorias foram feitas e, visualmente, está irreconhecível.
Mas a violência e bandidagem, assim como a impunidade e a insegurança fazem com que os moradores tenham de viver acuados, com medo.
Moro na região e sei o quanto é complicado chegar em casa qd tenho de trabalhar até mais tarde.
 
Laura Costa em 31/01/2012 02:58:49
Graças a o menino Eder e a menina Thais ja estao bem e estao no quarto da enfermaria e nao correm risco de vida....
 
katia azambuja em 31/01/2012 02:43:00
Simples, nossa lei não intimida mais !!! Acho que nem devia haver judiciário !!! Altos salários para uma população desprotegida !!!!
 
Angelo Fantin em 31/01/2012 02:14:39
infelizmente isso é um retrato em que vivemos hoje em dia quase que em panico
na nossa cidade e no brasil ...
" E por se multiplicar a iniquidade , o amor de muitos se esfriarão"(mateus 24:12) meus amados irmãos temos que pedir proteção somente no senhor jesus que é o unico que pode nos livras dessas causas do maligno ....
 
robson brito em 31/01/2012 01:15:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions