A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/02/2016 12:07

Bandidos mantêm família refém por duas horas e assaltam até a geladeira

“Estavam ali pra matar ou morrer”, diz vítima

Luana Rodrigues
Casa da família foi revirada pelos criminosos. (Foto: Direto das Ruas)Casa da família foi revirada pelos criminosos. (Foto: Direto das Ruas)

O medo de ficar em casa sozinha foi praticamente a única coisa que restou a uma estudante de 26 anos, desde a tarde de sábado (20). Ela, o marido e o filho deles, de apenas 6 anos, foram rendidos por três bandidos que os mantiveram reféns por cerca de duas horas.

Os criminosos ainda usaram o carro da família, uma camionete Montana, para levar quase todos os objetos da casa, que fica no bairro Samambaia, em Campo Grande.

“Fizeram um verdadeiro limpa e queriam dinheiro, mas não tínhamos. Em alguns momentos achei que fossem nos matar”, diz a vítima, ainda apavorada. Ela conta que os bandidos aproveitaram o portão aberto para invadir a casa.

“Meu marido foi levar o lixo e deixou aberto, eu estava na cozinha e foi por lá que o primeiro entrou e me mandou ficar quieta. Depois me levou para sala, onde meu filho estava, foi quando vi que outros dois estavam entrando”, contou.

O marido da estudante, eletricista de 36 anos, também estava na casa. Todos foram trancados em um quarto, enquanto os criminosos colocavam os pertences deles na camionete. “Um ficava nos vigiando, apontando a arma para nossa cabeça e dizendo que iria atirar se olhássemos para eles”, disse.

Segundo a vítima, dois dos três assaltantes aparentavam ser adolescentes, já o outro tinha entre 30 e 40 anos. “Apesar de jovens, eles pareciam ter experiência, ficavam falando de outros roubos a casas de família, que já tinham sido presos e que estavam ali para matar ou morrer, não tinham nada a perder”, lembra a mulher.

O trio roubou quase todos os eletrônicos da casa, deixou apenas objetos maiores, que ocupavam espaço demais no carro. Mas o que deixou as vítimas ainda mais indignadas, foi que eles pegaram perfumes, roupas e até comeram alimentos da geladeira. “Eles fizeram uma bagunça enorme, sujaram as paredes, deixaram o banheiro nojento, foi algo horrível”.

Toda a ação durou aproximadamente 2 horas. Os criminosos chegaram a sair da casa, descarregar os objetos em um local desconhecido e retornar para sair com o pai de família e sacar dinheiro. “Um ficou nos vigiando e os outros foram descarregar, depois voltaram, pegaram meu marido e foram sacar dinheiro, mas não tínhamos muito”, conta.

Em dinheiro, foram levados apenas R$ 80, mas a família contabiliza um prejuízo de cerca de R$ 40 mil, já que até agora nenhum objeto, nem o carro, foram localizados. “Na verdade, não tenho mais esperança, e o carro é adesivado, e mesmo assim ninguém o viu por ai. A sensação é de impotência. O pior é que sei que vão vender por um valor mínimo”, finaliza a vítima, indignada.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions