A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

23/03/2018 14:10

Batida no Centro acha “gato” de energia em 23 de 30 lojas visitadas

Clientes foram autuados e devem pagar pela energia consumida durante o período da fraude

Danielle Valentim
Ações aconteceram com apoio da Polícia Civil, no quadrilátero que abrange a Avenida Fernando Corrêa da Costa, Padre João Crippa, Avenida Mato Grosso e Ernesto Geisel. (Foto: Miriam Machado)Ações aconteceram com apoio da Polícia Civil, no quadrilátero que abrange a Avenida Fernando Corrêa da Costa, Padre João Crippa, Avenida Mato Grosso e Ernesto Geisel. (Foto: Miriam Machado)

Operação da Energisa contra o furto de energia no Centro de Campo Grande na manhã desta sexta-feira (23), fiscalizou 30 comércios e 23 deles foram flagrados furtando energia. As ações aconteceram com apoio da Polícia Civil, no quadrilátero que abrange a Avenida Fernando Corrêa da Costa, Padre João Crippa, Avenida Mato Grosso e Ernesto Geisel.

Foram vistoriados 30 pontos suspeitos, sendo constatados furto de energia em 23 deles. Esses clientes foram autuados e devem pagar pela energia consumida durante o período da fraude. Ao todo, 20 equipes da Energisa participaram da ação.

Em 2018, já foram realizadas 30 mil fiscalizações na Capital. Os municípios de Maracaju e Ribas do Rio Pardo também tiveram ações de combate ao furto este ano.

No ano passado - Somente em 2017, foram realizadas na área de concessão da Energisa, 103 mil inspeções de combate a furtos de energia, que geraram 22,2 mil autuações. Cerca de 150 clientes são autuados diariamente pelo furto de energia no Estado.

As inspeções são desencadeadas com base em informações do Centro de Inteligência de Combate a Perdas, que monitora constantemente o comportamento de consumo dos clientes. A Energisa atua em todo o estado no combate a furtos de energia, uma obrigação regulatória determinada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

O furto de energia, mais conhecido como “gato”, é crime e gera impacto nas tarifas de clientes regulares. A pena para quem comete a fraude varia de 2 a 8 anos e para quem é beneficiado pela fraude, de 1 a 4 anos.

Vale lembrar que para denunciar casos de furto de energia, o cliente pode entrar em contato pelo Canal de Atendimento - Call Center 24 horas: 0800 722 7272, pelo aplicativo Energisa ON e pelas Redes Sociais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions