A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/04/2016 11:30

Café com mãe e filhos foi despedida de faxineira morta em acidente

Luana Rodrigues
Mãe de dois filhos, casada há sete anos, Tatiane Malaquias da Silva, 25 anos, também era faxineira. (Foto: Arquivo Pessoal)Mãe de dois filhos, casada há sete anos, Tatiane Malaquias da Silva, 25 anos, também era faxineira. (Foto: Arquivo Pessoal)

"Era despedida, eu sei que era", diz Elenir Miranda, sobre um café que tomou com a filha Tatiane Malaquias da Silva, 25 anos, na manhã deste sábado (16). O encontro atrasou a saída de casa, mas não evitou que Tatiane fosse atropelada por uma caminhonete na Avenida Gury Marques.

O acidente ocorreu perto das 7h30. Com o impacto, a caminhonete passou por cima da moça, que aguardava travessia de pedestre pela faixa sinalizada. Outros dois veículos também foram atingidos.

"Ela saía todo dia no mesmo horário. Procurava ir mais cedo, antes das 7h, porque o trânsito ali é muito complicado. Mas ontem decidiu tomar café lá em casa, não entendo porque, mas a gente não entende mesmo, né?", conta a mãe.

Era mesmo um dia de atrasos. Uma hora até ser retirada do asfalto, porque a perícia errou de endereço. Cinco horas até que a família ficasse sabendo da morte.

Tatiane estava sem documentos, e a polícia não conseguia identificá-la. "É uma notícia que a gente nunca quer receber, mas pensa, todo mundo sabendo e a gente sem nem imaginar?", reclama o marido, Antonio Angrizano, 30 anos.

Identificada. Moradora do jardim Catigá, mãe de dois filhos, casada há sete anos, Tatiane também era faxineira. "Fazia de tudo um pouco, trabalhava bastante, queria comprar uma casa, comprar nossas coisas, criar nossos filhos. Queria viver", resume Antonio.

No velório, poucas falas sobre as causas do acidente. "Eu acho mesmo que foi uma fatalidade. Sem revolta, a gente espera Justiça". Segundo a polícia, o motorista da caminhonete, Fabiano Tamanho, 34 anos, estava embriagado no momento da batida. Ele foi preso e responde por homicídio culposo na direção de veículo automotor.

Tatiane foi sepultada às 10h da manhã deste domingo (17), no cemitério Parque de Campo Grande.



Mas peraí, o cara tava embriagado! e vai responder por homicídio culposo? Tem alguma coisa errada aí.
 
CLFAS em 17/04/2016 12:57:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions