A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

29/05/2019 13:12

Câmara aprova R$ 5,2 milhões para entidades, mas sem data para liberação

Secretário de Finanças afirmou que projeto aprovado será analisado e depois um cronograma será definido

Mayara Bueno
Vereadores no plenário durante votação de projetos. (Foto: Saul Schramm/Arquivo).Vereadores no plenário durante votação de projetos. (Foto: Saul Schramm/Arquivo).

Os R$ 5,2 milhões em repasses para entidades assistenciais e de saúde, aprovada na terça-feira (dia 28), na Câmara Municipal de Campo Grande, serão liberados aos poucos e “a ideia” é que ocorra ainda neste ano, de acordo com o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto.

Cada vereador tem direito a indicar entidades para receber valores que chegam a R$ 180 mil. Na sessão de ontem, o Plano de Aplicação de Recursos de Investimentos Sociais foi aprovado na íntegra.

Agora, segundo o secretário, o projeto será encaminhado para análise do município. Depois de sancionada, a medida será encaminhada para as secretarias de Saúde e Assistência Social, que farão o cronograma de desembolso dos recursos.

Apesar de estar previsto no orçamento de 2019, a verba ainda não tem data certa para liberação, em virtude do momento financeiro pelo qual passa o Executivo municipal. “Não dá para dizer", afirmou o titular sobre datas.

Na lista, constam entidades como Associação de Auxílio e Recuperação Hansenianos, AACC (Associação dos Amigos de Crianças com Câncer), Asilo João Bosco, Hospital Nosso Lar, entre outros, com destinação de R$ 10 mil, cada.

Atualmente, a prefeitura está em discussão com os servidores quanto ao reajuste salarial deste ano. Segundo Pedrossian Neto, a negociação continua e tudo ainda “está em aberto”.

Na Assembleia – Ontem, integrantes da educação especial de Mato Grosso do Sul relatam o receio de eventuais dificuldades que entidades podem enfrentar, caso se confirme a proposta de redução de 30% da verba repassada para unidades por meio do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Da Federação das Associações das Pestalozzi, Gyselle Tannous, sugeriu que a redução ocorra em outras áreas. Em Campo Grande, a entidade está na lista dos vereadores para receber R$ 20 mil.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions