A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/04/2013 12:34

Cansada de apanhar, mulher diz que matou marido por legítima defesa

Mariana Lopes
Daiane disse que pegou a faca para se defender e não apanhar (Foto: Marcos Ermínio)Daiane disse que pegou a faca para se defender e não apanhar (Foto: Marcos Ermínio)
Claudio foi morto com uma facada na barriga. (Foto:Marcos Ermínio)Claudio foi morto com uma facada na barriga. (Foto:Marcos Ermínio)

"Eu não fiz por querer, não queria matar, mas estava cansada de apanhar dele", desabafa, em meio a lágrimas, Daiane Peralta Machado, 22 anos, acusada de ter matado o marido com um golpe de faca, na manhã de hoje (24), no loteamento Portelinha, no bairro Isabel Garden, em Campo Grande.

Ela conta que o companheiro, Claudio Ferreira dos Santos, 30 anos, saiu de casa na noite de ontem, por volta das 20h, e a deixou trancada com os dois filhos do casal, uma menina de 3 anos e um menino de 2 anos.

Segundo Daiane, o marido voltou para casa só hoje, no início da manhã, por volta das 6h. Ela conta que Claudio estava alterado e sob efeito de drogas.

Assim que ele entrou em casa, conforme a versão de Daiane, os dois começaram a discutir e ele tentou agredi-la. "A briga começou porque eu disse que ele precisava arrumar um emprego ao invés de ficar na farra", relata a acusada.

Na sequência, de acordo com Daiane, ele atirou um travesseiro em direção a ela, que quebrou a lâmpada e acabou acordando os filhos.

Daiane diz que Claudio continuou a briga e foi para cima dela. "Ele me pegou pelo cabelo e veio para me dar um soco. Então eu peguei a primeira coisa que vi na minha frente, que era a faca, e mandei nele", detalha.

Assustada com a situação, Daiane afirma que tentou fugir para a casa da mãe dela, que mora no bairro Danúbio Azul. A acusada foi presa pela Polícia Militar, no bairro Mata do Jacinto, aproximadamente duas horas depois de ter cometido o crime.

Segundo o perito Amilkar da Serra, Claudio foi atingido com um apenas um golpe de faca, que atingiu a barriga, perto do umbigo.

Ainda conforme relato da perícia, a faca usada no homicídio tinha 15 centímetros de lâmina e foi deixada em cima do telhado da residência do casal, após o crime.

Daiane está detida na 2° Delegacia de Polícia Civil, onde vai prestar depoimento. A irmã de Claudio, que não foi identificada, também foi ouvida pela polícia, como testemunha. Segundo a acusada, os filhos ficaram com a cunhada logo após o ocorrido e depois foram levados para a casa da mãe dela.

Claudio tinha passagens criminais por violência doméstica, ameaça, furto e roubo, este cometido no dia 27 de março. Daiane conta que nos últimos meses o marido tinha aparecido em casa com objetos roubados, inclusive uma moto.

Homem tem picape roubada em conveniência no Bairro Universitário
Homem de 27 anos teve a picape roubada em uma conveniência, por volta das 23h de ontem (14), na Avenida Guaicurus, no Bairro Universitário, região su...
Homem é agredido e sofre afundamento de crânio na Júlio de Castilho
Márcio Ferreira dos Santos, 31 anos, foi agredido e sofreu afundamento de crânio, na noite de ontem (13), na Avenida Júlio de Castilhos, em Campo Gra...


Bandido bom é bandido morto... E tenho dito!
 
Christiane Roca em 26/04/2013 15:30:26
Parabéns por sua coragem e atitude Daiane.
 
jose rodrigues em 24/04/2013 22:25:54
Não tenho pena de COVARDE...muito menos de bandido, mas estamos em um país que as leis são as mais "BELAS" do mundo só no papel, mas o resto...todos sabem, bandido solto, vítimas presas e quando vagabundo morre vira "SANTO"...
Que pena que a moça, após ser vítima desse infeliz acabou perdendo a liberdade, se fosse rica vinha toda historinha(primária, residência fixa, etc...= LIBERDADE). Na realidade, ela fez uma FAXINA...
 
Neyde de Oliveira em 24/04/2013 21:56:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions