ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Capital recebe certificado por erradicação de HIV de mãe para filho

Reconhecimento do Ministério da Saúde aos municípios que desenvolvem ações para evitar a transmissão

Por Alison Silva | 08/12/2023 18:39
Evento de certificação realizado em Brasília (Foto: Divulgação)
Evento de certificação realizado em Brasília (Foto: Divulgação)

Campo Grande recebeu o selo prata rumo à eliminação da transmissão vertical de HIV. O reconhecimento foi concedido pelo Ministério da Saúde aos municípios que desenvolvem ações práticas e efetivas para evitar a transmissão da doença da mãe para a criança durante o parto e ocorreu nesta sexta-feira (08), no auditório do Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília (DF).

Gerente técnica de HIV/Aids da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Isabelle Mendes de Oliveira, explica que a certificação reitera a qualidade da assistência da rede municipal de saúde na prevenção, diagnóstico precoce e tratamento desde a assistência ao pré-natal, no parto, puerpério e no acompanhamento da criança.

“É uma grande conquista para a nossa Capital. Fruto de muito empenho, dedicação dos gestores, profissionais de saúde envolvidos na Vigilância Epidemiológica, Atenção Primária à Saúde, Assistência Especializada, maternidades e movimento social. Estamos muito felizes por este reconhecimento”, disse.

Em Campo Grande, as ações de prevenção à doença são realizadas por meio da distribuição de preservativos, testagem rápida de IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis) em todas as unidades e distribuição de autotestes.

Aos fins de semana e feriados são realizadas ações em locais de grande circulação para facilitar o acesso da população. Todos os casos confirmados são monitorados pela Vigilância em Saúde em articulação com as unidades básicas e os distritos. São realizadas busca ativas para casos de abandono, visando a quebra da cadeia de transmissão. Atualmente, há 6,2 mil pessoas vivendo com HIV/AIDS e que estão em acompanhamento na atenção especializada ou na Atenção Primária em Campo Grande.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.



Nos siga no Google Notícias