ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUARTA  30    CAMPO GRANDE 38º

Capital

Casal de namorados de 21 e 17 anos morreu em acidente na Lúdio Martins Coelho

Nas redes sociais de Eduardo, uma foto agora soa ironia, na imagem ele aponta o dedo para moto e escreve: Prometa nunca me matar

Por Kerolyn Araújo e Clayton Neves | 07/08/2020 11:28
Eduardo Bruck e Hellen de Oliveira morreram na manhã desta sexta-feira (7). (Foto: Reprodução/Facebook)
Eduardo Bruck e Hellen de Oliveira morreram na manhã desta sexta-feira (7). (Foto: Reprodução/Facebook)

Foram identificados como Eduardo Bruck, 21 anos, e Hellen Oliveira Diniz, 17 anos, as duas vítimas do acidente envolvendo motocicleta e caminhonete na manhã desta sexta-feira (7) na Avenida Lúdio Martins Coelho, no bairro Taveirópolis, em Campo Grande.

Os jovens eram namorados e estavam juntos há pouco mais de um ano. Eles seguiam pela avenida no sentido bairro-centro em uma motocicleta Suzuki GSX-S750, quando foram atingidos por caminhonete Toyota Hilux, conduzida por idoso de 86 anos.

Nas redes sociais de Eduardo, uma foto agora soa ironia. Em frente a moto e aponta o dedo e concluiu o pensamento com uma frase escrita sobre a imagem: "Prometa nunca me matar."

Eduardo era filho único e, segundo o tio, seguia para uma entrevista de emprego, porque trabalhava em uma transportadora, mas "saiu há alguns meses". Pasta com documentos, inclusive, foi encontrada ao lado do corpo. Beno Luiz, de 53 anos, diz que o sobrinho não bebia, namorava há um ano Hellen e que os dois eram "casal 100%".

Foto postada por Eduardo em rede social. (Foto: Reprodução)
Foto postada por Eduardo em rede social. (Foto: Reprodução)

Comoção - O primeiro familiar que chegou ao local do acidente foi o primo de Eduardo. Bastante abalado, ele quem avisou os parentes da morte do jovem, enquanto socorristas ainda tentavam reanimar Hellen.

Pouco tempo depois, a mãe de Eduardo chegou e, ao ver o corpo do filho, já coberto com lençol, se jogou no chão. Chorando, ela chegou a repetir algumas vezes ''O que vou fazer da minha vida? Era meu filho!".

Ela foi amparada por familiares e também contou com o apoio de moradores da região.

A mãe de Hellen chegou no momento que o corpo estava sendo removido para carro da funerária. Abalada, ela gritou chamando o motorista da caminhonete de assassino.

Mãe de Eduardo foi consolada por familiares. (Foto: Henrique Kawaminami)
Mãe de Eduardo foi consolada por familiares. (Foto: Henrique Kawaminami)

Acidente - Segundo apurado pela reportagem, a colisão ocorreu quando o motorista da caminhonete, que seguia no sentido contrário, tentava fazer uma conversão para entrar na Rua Rodolfo Andrade Pinho.

Com a batida, o casal foi arremessado por cima da caminhonete e pararam a metros de distância do local da batida. Socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tentaram reanimar as vítimas, mas elas não resistiram e morreram no local.

Uma das passageiras da caminhonete, de 84 anos, bateu a cabeça, mas não precisou de atendimento médico. Outros dois ocupantes e o motorista não ficaram feridos.

Testemunhas relataram que a motocicleta estava em alta velocidade. O condutor da caminhonete passou pelo teste do bafômetro, mas o resultado não foi divulgado à reportagem.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade



Confira a Galeria de Imagens:
Regras de comentário