A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/06/2015 17:00

Chuva fina não deve acabar com estiagem na Capital, diz meteorologista

Michel Faustino
A Capital teve chuva fina e rápida no final da tarde de hoje (Foto: Fernando Antunes)A Capital teve chuva fina e rápida no final da tarde de hoje (Foto: Fernando Antunes)

O baixo volume de chuva que deve cair durante toda esta semana não será suficiente para acabar com a estiagem, que já dura 28 dias, em Campo Grande, segundo o meteorologista da Uniderp-Anhanguera, Natálio Abrão Filho.

A previsão é de que as chuvas desta semana não ultrapassem cinco milímetros. Na tarde desta terça-feira (30), por exemplo, choveu bem a baixo deste número. Conforme o sistema de monitoramento da prefeitura, houveram registros de 0,5 mm na região do Cabreúva e do Prosa. Nas demais regiões não houve registros.

“O que deve chover em Campo Grande ao longo desta semana é considerado insignificante. Vamos ficar limitados, ao menos nos próximos dez dias, a estas pequenas garoas. Portanto, a tendência é que continuamos com índices baixíssimos de umidade relativa do ar”, disse.

No entanto, no interior, a chuva é mais forte. Em Dourados, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), choveu quase 30 milímetros nesta terça-feira.

Conforme o meteorologista, a nebulosidade aumenta a partir de amanhã e a chuva ocorre também no Centro e no Pantanal. Nas demais áreas do Estado, o sol aparece entre nuvens, com o tempo ainda seco.

Na quinta-feira, ainda chove de forma isolada na faixa Sul. Nas demais áreas sol entre nuvens e tempo seco. Uma nova frente fria se aproxima do sul de MS provocando chuvas no decorrer do dia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions